tendência global

Tendências Globais | Imagem: Spotify for Brands

Destaque em pesquisa realizada pelo Spotify, em parceria com a Culture Co-op, o Kpop emerge como tendência global. As gerações Z e Y são o ponto em comum de análise.

A fim de entender como as gerações Z e Y se relacionam com a cultura, com a música e as tecnologias, o Spotify e o Culture Co-op desenvolveram a pesquisa Culture Next. Insights coletados em grupos focais, entrevistas com usuários da plataforma, influencers e pesquisadores apontaram para tendências globais que estão emergindo. O Kpop se destacou com uma delas. Na plataforma ele está entre os 10 gêneros com maior número de streamings em todo o mundo.

Ainda, segundo o estudo, isso se deve a razões como a versatilidade de referências que o gênero abrange. Indo do jazz ao folk, passando por referências visuais e etc. Se identifica que esse fenômeno de popularização global se afirma como fonte de expressão identitária dos fãs. Se estendendo desde playlists a podcasts.

Entretanto, se por um lado o kpop se consolidou como uma tendência global, principalmente tendo a internet e as mídias digitais como base, é possível perceber como para além deste âmbito, o público articula suas preferências no mundo real. Participação de shows e festivais, organização de grupos covers, imersão cultural por meio da língua, gastronomia, literatura e outros, apontam para esta compreensão.

A interação destas gerações com as plataformas e seus conteúdos, influenciam as dinâmicas sociais em que vivem. Em contrapartida, estas plataformas tem não apenas influenciado estas gerações, como também se reinventado. Criando novas conexões com o público.

Culture Next oferece outros insights a respeito de tendências globais e sua relação com as gerações Z e Y. Para conferir o estudo na íntegra, clique AQUI!

Para se conectar ou se aproximar ainda mais do gênero musical pop coreano, o BK reuniu algumas das muitas playlists disponibilizadas pela plataforma de stream. Confira AQUI!

avatar
About Barbara Brisa

Editora de conteúdo (Brasília) - Cientista Social pela Universidade de Brasília, Repórter Honorária pelo Centro Cultural Coreano do Brasil e Co-Fundadora do Maūm Ūmsik. Em constante estudo pela compreensão das coreanidades.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: