Kings_Stamps_Joseon_era_Poster

 

58 registros antigos da Dinastia Joseon compõe a exposição que chegou a Biblioteca Nacional da Coreia, no dia 02 deste mês e vai até o dia 30 de março.

Livros e documentos antigos da Dinastia Joseon (1392-1910) eram tradicionalmente marcados com selos. O selo real, é chamado de eobo (御寶) e é uma das tradições reais. Essa tradição representa o poder do rei e autoridade de seu trono.

Os selos do Estado, feitos de ouro e os selos reais eram usados ​​pela família real. Taejo, o fundador da Dinastia Joseon, recebeu o selo da China, e a ele vinha gravada a seguinte frase, “O Selo do Rei do Estado Joseon”.
Dentre os selos há alguns aspectos para diferenciação. O selo do estado, chamado Guksae (國璽), era usado pelo rei para documentos diplomáticos e administrativos, já os chamados eobo , eram utilizados em cerimônias no palácio além de eventos como casamentos e investiduras, ou ritos para conferir títulos oficiais ou póstumos sobre reis e rainhas.
Príncipes herdeiros e princesas também recebiam selos reais; os dos reis e rainhas eram alojados no santuário ancestral real após a sua morte, chamados “bo”, que significa tesouro, enquanto os dos príncipes herdeiros e princesas eram chamado de “em“, que significa selo. Estes selos reais eram feitos de prata, cobre ou de jade.

Kings_Stamps_Joseon_era_01

A exposição apresenta uma série de documentos com selos reais, incluindo os com eobos inscritos e utilizados em documentos pela realeza. Entre outros documentos, há os já citados para fins administrativos, além de uma série de livros que o rei deu a seus retentores.
Além disso, a exposição torna público o Daehan Guksae , o selo de estado produzido quando o rei Gojong (1863-1907), o 26º rei da dinastia Yi de Joseon e o primeiro imperador coreano, que proclamou a Daehan Império (1897-1910). A proclamação real (高宗皇帝尊玉冊文) feita por ordem do rei Sunjong (1907-1910), imperador final da Coreia, em homenagem ao seu falecido pai, Gojong, tem um carimbo com a inscrição Sukang (壽康), título póstumo Gojong, que foi premiado como o primeiro imperador.

Como chegar:
– Estação Seocho (Seoul Metro – Linha 2), Saida 5 (Direção da Delegacia). A pé, caminhada de 15 minutos.
– Estação terminal de ônibus expresso ( Seoul Metro – Linha 7, Saída (Seguir em direção a Biblioteca). A pé, caminhada de 10 minutos.

Fonte: Korea Net | Korea Focus

Por favor, não retirar do Brazilkorea sem os devidos créditos.

avatar
About Barbara Brisa

Editora de conteúdo (Brasília) - Cientista Social pela Universidade de Brasília, Repórter Honorária pelo Centro Cultural Coreano do Brasil e Co-Fundadora do Maūm Ūmsik. Em constante estudo pela compreensão das coreanidades.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: