Bailarinas no coro do balé "Giselle"/ Fonte: Koreatimes.com

Bailarinas no coro do balé “Giselle”/ Fonte: Koreatimes.com

Para o 9° ano do Festival de Balé da Coreia do Sul, O Balé Nacional da Coreia apresentará duas peças, “Giselle” e “Mata Hari”.

O Festival de Balé da Coreia iniciou seu programa de duas semanas no Centro de Artes de Seul,  em 18 de junho. Assim, esse ano marca a nona edição do festival anual que começou em 2011. Este ano ele reune 13 trupes de balé para 14 apresentações, em uma boa mistura entre peças clássicas e contemporâneas.

O Balé Nacional da Coreia apresentou “Mata Hari” nos dias 18 e 19 de junho. Enquanto “Giselle” será  interpretada nos dias 22 e 23 de junho. “Mata Hari” é uma dança baseada na biografia de uma dançarina holandesa executada por espionagem durante a Primeira Guerra Mundial. Primeiramente, o Stuttgart Ballet estreou a peça de dança em 1933 pelo coreógrafo Renato Zanella. Além disso, o mesmo recriou completamente seu balé de 1993 para a trupe coreana no ano passado.

Giselle

Já “Giselle” é um dos repertórios mais famosos do mundo. Estreou mundialmente em Paris em 1841, coreografado por Jean Coralli e Jules Perrot. Baseado no conto de Theophile Gautier, conta a história de uma camponesa que se apaixona por um homem misterioso na floresta. Como resultado esse ano, a trupe conta com a coreografia da renomada coreógrafa francesa Patrice Bart.

As bailarinas Kim Ji Young, Park Seul Ki e Sim Hyun Hee vão interpretar o papel de Giselle, enquanto Lee Jae Woo, Kim Ki Wan e Heo Seo Myeong, o de amante de Giselle, Duque Albrecht.

No dia 23 de junho, a exibição terá uma participação especial da prima bailarina do Balé Nacional Kim Ji Young. “Giselle” será sua última apresentação antes de sua aposentadoria da companhia. Com 40 anos, ela está na companhia desde 1997. Assim, após sua saída, ela ensinará dança na Universidade Kyung Hee em Seul.

A performance de “Giselle” já está esgotada. Por isso, só restam  vagas com visão limitada na bilheteria do Teatro da Ópera.

Expansão do Repertório

O Balé Nacional da Coreia é bastante popular, tanto no próprio país quanto no exterior. Dessa forma, suas performances são constantemente esgotadas, devido ao grande talento dos dançarinos e da sua presidente  Kang Sue Jin. Ela entrou para a companhia em 2014 e vem aumentando cada vez mais a popularidade da dança.

Kang Sue Jin foi uma grande bailarina na história da Ásia. Ele foi prima bailarina no Balé de Stuttgart e recebeu várias honras por sua dedicação à dança. Foi também a primeira dançarina coreana a ganhar o prêmio de competição internacional Prix de Lausanne em 1985. Além de ser a primeira recipiente asiática do prêmio de melhor bailarina do Benois de la Danse em 1999.

Para o futuro, ela espera expandir a sua audiência pela nação. Ainda, Kang incentiva o aprendizado do balé entre a população coreana, para que possam ver e entender a verdadeira beleza do balé.

Para saber mais: Brazilkorea e Sac.

Fonte: Korea Times.

avatar
About Lia Carvalho Kesselring

Editora de conteúdo (Brasília) – Futura Internacionalista, mineira germânica candanga. Gosta de 4Minute (K-pop) à Mozart, de Personnal Taste (k-drama) à Game of Thrones, e de Bulogi (churrasco coreano) à Queijo com Doce de Leite.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: