Gugak

Gugak | Fonte: https://notefolio.net/jingoo/132551

Para quem conheceu – nem que seja um pouco sobre a Coreia do Sul – sabe que o país sempre nos conquista com algo relacionado à sua cultura. Além dos incríveis dramas, da culinária saborosa e “apimentada” e do fenômeno chamado k-pop que ganhou o mundo, a Coreia do Sul também nos presenteia com sua música tradicional – Gugak.

O termo “Gugak” [국악 – 민요] foi formado por uma agência da era Joseon. Mesmo sendo muito antiga, somente no século XV, durante o reinado do Rei Sejong da Dinastia Joseon, os alicerces desta música foi formalmente estabelecida.

E o interessante é que a música ainda está viva! O k-pop ajudou a inovar esse estilo, pois olhou para o passado e provou que misturar música tradicional com a contemporânea dá super certo.

Contudo, é possível encontrar canções atuais com elementos da música tradicional como: The Chaser do Infinite (2012); Niliria do G-Dragon (2013); Arario do ToppDogg (2014): Shangri-la do VIXX (2017); Follow do Monsta X (2019), além de covers de k-pop em gayageum (instrumento tradicional coreano), como o de BTS “Blood, sweat & tears”.

A música tradicional coreana não está só no passado e tampouco somente inserida no k-pop. A prova disso é a cantora Song So Hee, que em 2008 ficou famosa após vencer o Concurso Nacional de Canto da KBS. Com apenas 11 anos, a artista ganhou a reputação de prodígio de Gugak.

Fazendo performances extraordinárias na TV, Song So Hee nasceu com o dom de cantar Gugak. Ela comove a todos com seu charme, talento e bela voz. Com um sentimento impressionante, ouvir Song So Hee cantar é como viajar à outros tempos, flutuar sobre um campo repleto de flores. É sonhar e de fato se emocionar.

Confira uma de suas belas apresentações:

E você, já conhecia a música tradicional coreana? Já havia se atentado aos detalhes dos instrumentos, inseridos nas músicas dos grupos de k-pop? Conhecia Song So Hee? Me conta!

Fonte: Wikipedia, Amino, KoreaIn

avatar
About Ana Cleide

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: