Korea Artist Prize 2016

Imagem: www.mmca.go.kr

O Museu de Arte Moderna e Contemporânea (MMCA) da Coreia abriu a mostra de arte nesta quarta-feira apresentando as obras dos quatro artistas finalistas do Korea Artist Prize de 2016. A premiação anual para os principais artistas contemporâneos do país ocorre desde 2012, em conjunto com a Fundação SBS Cultura.

Os finalistas do Korea Artist Prize deste ano incluem três artistas individuais, Kim Eull, Back Seung-wooHam Kyung-ah, e uma equipe, Mixrice (Yang Chul-mo, Cho Ji-eun). Todos têm mostrado criações únicas através de vários meios artísticos, da fotografia à desenhos para obras de instalação.

“Desde a criação da sede de Seul do MMCA em 2013, a cooperação com as empresas tem aumentado”, disse Kang Seung-wan, curador do museu, disse a repórteres em uma conferência de imprensa. “Esperamos fazer do patrocínio do artista um projeto de longo prazo para introduzir mais artistas coreanos em todo o mundo.”

Image: yonhapnewsNa Galeria 1, o artista-designer de jóias Kim Eull, exibe “Galaxy”, um conjunto maciço de 1.450 desenhos na parede da exposição de 27,5 metros de comprimento, no qual o artista afirma que foi o resultado de sua existência e pensamentos colidindo com a existência do mundo exterior.

“Eu venho fazendo desenhos por quase 20 anos. Parece que eu estou no meio de criar um enorme auto-retrato”, disse Kim. “A exposição é parte da contínua criação e incontáveis lascas de meus pensamentos que estão sendo expressas neles.”

No canto da sala, Twilight Zone Studio, uma réplica de dois andares em tamanho natural de seu próprio estúdio, foi construída no local onde frequentadores podem explorar e ver o espaço de trabalho do artista. Através de uma janela no segundo andar, os visitantes podem ver “Galaxy” como se estivessem vendo as estrelas cintilantes no céu.

A Galeria 2, funciona para o resto dos artistas. Back Seung-woo chamou a si mesmo de “picture-grapher” não um fotógrafo, desafiando o que o artista descreve como a inundação de imagens digitais. Na idade das imagens excessivas flutuantes em todo o mundo on-line, ele começou a questionar o significado de tirar fotos. Dizendo que chegou à conclusão de que era um ato sem sentido como se “a disparar uma pistola de água debaixo d’água.”

Através de suas quatro obras em exibição no Museu, o artista mostra várias tentativas de redefinir o significado da fotografia e contemplar o seu futuro, editando, distorcendo, reorganizando, apagando contextos e acrescentando novos significados. Apenas um trabalho apresenta as fotos que ele tirou de si, enquanto o resto foi criado com base em um arquivo de fotos compradas.

Na mesma sala de exposições, estão sendo mostrados os trabalhos da artista conceitual Ham Kyung-ah.

Sendo a injustiça social desafiada e tabu em várias atividades artísticas, em suas peças ela fala sobre a perigosa viagem e a situação dos refugiados norte-coreanos. Um campo de futebol em miniatura é decorado com os traços coloridos feitos quando um jovem rapaz norte-coreano, que sonha em se tornar um jogador de futebol popular, chutou uma bola manchada com tinta em direções aleatórias.

Por último, a única equipe, Mixrice,  com Cho Ji-eun e Yang Chul-mo, assume mais um desafio que a sociedade coreana enfrenta: a imigração, o desenraizamento e a liquidação dos seres humanos e, curiosamente, plantas.

Em projetos anteriores, eles persistentemente abordaram várias circunstâncias onde se acredita que o desenraizamento perde algo significativo, como o tempo acumulado, e documentou o processo através de dispositivos multi-canalizados – fotografias, vídeos, desenhos animados, murais e festivais. Para esta exposição, eles lançavam luz extra sobre o destino de árvores antigas que foram realocadas para criar, ironicamente, a natureza para moradores da cidade.

O vencedor do Korea Artist Prize será escolhido em Outubro com base nos resultados da exposição.

Exposição Korea Artist Prize
De 31 de agosto de 2016 a 15 de janeiro de 2017
Ingressos: 4.000 wons (entrada para todas as exposições do MMCA)
Endereço: 30 Samcheong-ro, Sogyeok-dong, Jongno-gu, Seul
Como chegar: Estação Anguk do metrô – Linha 3 – saída 1 – caminhe por 14 minutos na lateral do Palácio Gyeongbok (Gyeongbokgung)

Fonte do texto e Imagens: yonhapnews e MMCA

avatar
About Taisa Aguilar

Editora Colaboradora (Rio de Janeiro - RJ) Estudante de Ciências Contábeis. Apaixonada desde muito tempo pela cultura asiática (principalmente japonesa e coreana). Cosplayer nos tempos vagos, adora assistir animes, ler mangá e ouvir música. Sonha um dia visitar a Coreia e o Japão

2 Responses to Exposição dos finalistas ao Korea Artist Prize no MMCA

[top]

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: