kimchikan museum

Imagem: http://english.visitkorea.or.kr/

O Kimchikan Museum em Insadong – Seul, visa proporcionar aos visitantes atividades divertidas e uma variedade de informações sobre o prato mais famoso da Coreia: o Kimchi.

No Kimchikan Museum, o acompanhamento favorito dos coreanos se transforma em uma experiencia lúdica e que encanta jovens e adultos.É composto de três andares (pisos 4 a 6), e cada andar que oferece informações sobre kimchi através de métodos variados. No quarto andar, os visitantes podem aprender o processo de elaboração do kimchi através de jogos digitais interativos. O quinto andar apresenta uma exposição sobre os vários tipos de kimchi e legumes em conserva de todo o mundo. O no sexto andar é onde começa a verdadeira diversão, os visitantes podem tentar a fazer kimchi.

Não sabe uma palavra de coreano? Não é um problema! O Kimchikan Museum também fornece áudios em Inglês, chinês e japonês, que podem ser alugados por 1.000 wons.

Endereço:
Kimchikan Museum (andares 4-6) -35-4, Insadong-gil, Jongno-gu, Seul

Estação de metrô Anguk (Linha 3), saída 6.
– Caminhe 24m e vire a esquerda.
– Continue em frente por  77m e vire a esqierda em Sangolmulsamgeori (삼골물삼거리).
– Caminhe 46m em frente  e vire a esquerda no fim da rua.
– Caminhe por 182m até ver o restaurante Insamyeonok (인사면옥).
– O museu está localizado a sua direita

Horário: 10:00-18:00 (fechado as segundas-feiras e feriados)

Ingressos: Adultos 5.000 wons / Jovens(de 6-17 anos) 3.000 wons / Crianças (de 3-5 anos) 2,000 wons

Site: http://www.kimchikan.com/ (coreano)

*O Kimchi (김치) mais conhecido é feito com acelga e vários condimentos, tendo sabor apimentado. Antes de existirem aparelhos para conservação de alimentos na Coreia, a comida tinha que ser preparada para estar disponível durante os longos meses de inverno, quando era muito difícil conseguir vegetais frescos. Nessa época, os vizinhos preparavam juntos grandes quantidades de kimchi, um evento chamado “kimjang”. O kimchi era guardado em recipientes de barro chamados “onggi”, que eram enterrados de forma a não congelarem e poderem ser utilizados em qualquer altura durante o inverno.

Fontes: Visit Korea e Wikipedia

avatar
About Alcina Knabben

Editora Executiva (Florianópolis - SC) - professora universitária, mestre em administração, apaixonada pela Coréia (negócios, maquiagem, comidas e TV) tem se dedicado a importação e a divulgação da cultura coreana.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: