Hwang Sok Yong

Hwang Sok Yong | Imagem: Hani

Hwang Sok Yong, romancista coreano, foi indicado ao Man Booker Prize 2019. At Dusk, título que o representará na competição, está entre as 13 obras selecionadas pelo júri.

Lançado em 2015, 해질 무렵 At Dusk foi traduzido para o inglês em 2018, por Kim So Ra. O romance rememora a história de um arquiteto de origem pobre que se torna bem sucedido em sua carreira profissional. Mas que vivencia os desafios da urbanização na Coreia, somados a corrupção da indústria do comércio imobiliário. Assim, Hwang Sok Yong traz para o centro da discussão, os conflitos do mundo urbano em contraste com memórias de pessoas e tempos que ficaram para trás.

At Dusk foi o título vencedor do Emile Guimet Prize em 2018. Agora entra para a lista de indicados ao Man Booker International Prize 2019. Junto a ele, outros 12 títulos estrangeiros foram indicados nesta primeira etapa da seleção. Os finalistas serão divulgados no dia 09 de abril de 2019.

Esta é a segunda vez que um candidato de origem coreana é indicado a renomada premiação literária. Han Kang, autora de “A Vegetariana“, foi a primeira. Sendo indicada e premiada em 2016 e, novamente indicada com o mesmo título, em 2018.

Hwang Sok Yong nasceu em 1943 em Changchun, Manchúria, durante a ocupação japonesa. Após a libertação da Coreia, em 1945, ele e sua família se mudaram de Pyongyang – onde estavam morando – para a Coreia do Sul. Desde a infância ele alimentava o desejo de ser escritor. Por isso, mantinha sua produção escrita ativa. Ainda na juventude, ingressou no curso de Filosofia da Universidade de Dongguk, onde então conquistou o bacharel na área. Ativista, crítico e em constante reflexão sobre as contradições da realidade coreana, Hwang Sok Yong trouxe para a literatura tal complexidade. Expressa nos mais de vinte livros publicados, bem como no reconhecimento em importantes premiações da cena nacional e internacional literária.

Fonte: Dong A Ilbo, Namu e Korean Literature Now.

avatar
About Barbara Brisa

Editora de conteúdo (Brasília) - Cientista Social pela Universidade de Brasília, Repórter Honorária pelo Centro Cultural Coreano do Brasil e Co-Fundadora do Maūm Ūmsik. Em constante estudo pela compreensão das coreanidades.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: