Casa de Partilha

Casa de Partilha em Seul | Imagem: inspirock.com

A forca do fã clube do grupo de kpop BTS, intitulado ARMY, já é mundialmente reconhecida. Mas, nesse último fim de semana, surpreenderam a todos. Fazendo uma doação para uma ‘’Casa de Partilha”em nome do grupo.

A Casa de Partilha, um abrigo sediado em Gwangju, na província de Gyeonggi, é um refúgio para vítimas de escravidão sexual durante a guerra. Também conhecidas como “mulheres de conforto”.

A causa experimentou uma enxurrada rara de doações do exterior durante o fim de semana.

As doações eram pequenas, com cada doador enviando entre US $ 5 e US $ 10. Desde que a primeira doação chegou através do PayPal na semana passada, 161 doadores de todo o mundo contribuíram com cerca de US $ 3.300 no total no fim de semana. Alem disso, desde então, as doações no exterior continuam.

As nacionalidades dos doadores variam. Americanos, europeus, asiáticos e latino-americanos. Todos se solidarizaram à campanha on-line mundial para ajudar as sobreviventes coreanas, do crime de guerra do Japão. Alguns fãs postaram mensagens na mídia social após a doação.

Essas ações em favor das mulheres de conforto se tornaram virais em contas de mídia social do  fãs do BTS. Onde a propósito, a campanha on-line foi motivada por um fã do grupo que costumava traduzir as músicas para fãs estrangeiros.

Depois que um dos membros da banda apareceu com uma camiseta polêmica sobre a Guerra no Japão e reanimou discussões sobre o caso, o fã tomou a iniciativa de organizar a ação, trazendo uma reflexão para o cerne da causa.

As doações para a Casa de Partilha

A enxurrada de doações no exterior foi uma surpresa para os ativistas e voluntários que trabalham na Casa de Partilha. Atualmente, sete sobreviventes vivem no abrigo. Elas estão todas em seus 90 anos.

“Recebemos doações do exterior há décadas, mas não tivemos experiência anterior como essa. Tantos doadores de tantos países enviaram dinheiro para as vítimas do crime de guerra”, disse um voluntário do abrigo,  anonimamente.

Estabelecida inicialmente na região oeste de Mapo-gu em Seul em 1992, a Casa de Partilha foi transferida para sua localização atual em 1995. No abrigo, cada mulher tem seu próprio quarto, com um restaurante compartilhado onde as refeições são servidas três vezes por dia. Há também um pequeno museu no interior da instalação.

Para saber mais sobre a Casa de Partilha, acesse o site Nanum. Que conta com tradução para o inglês, coreano e japonês.

Fonte: Korea Times

avatar
About Lia Carvalho Kesselring

Editora de conteúdo (Brasília) – Futura Internacionalista, mineira germânica candanga. Gosta de 4Minute (K-pop) à Mozart, de Personnal Taste (k-drama) à Game of Thrones, e de Bulogi (churrasco coreano) à Queijo com Doce de Leite.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: