BrazilKorea Himalaia Kim Karam

Imagem: http://thehimalayantimes.com/

A música mais popular do folclore coreano ganhou os ares do Himalaia na última quarta feira como uma homenagem as vítimas do terremoto no Nepal em abril.

A 5.416 metros de altitude, em Thorung La Pass, o ponto mais alto do Circuito de Annapurna, no Himalaia, a pianista coreana Kim Karam participou de um concerto especial organizado pela agência Piano & Ice Cream, o Himalayas Piano Concert.  O concerto, pioneiro na região, teve como slogan “Hope for Nepal, act for Nepal” além de homenagear as vítimas do terremoto ocorrido no Nepal em abril, visava angariar fundos de apoio às famílias.

O concerto que começou as 08:00 horas da manhã e terminou as 14:00 horas (cabendo cuidadosos intervalos de acordo com o quadro climático local), contou em seu repertório com canções populares de todo o mundo como “Twinkle, Twinkle Little Star”, “Nella Fantasia” e “Amazing Grace” que ecoaram pelos ares do Himalaia sob a presença de mais de 100 pessoas, incluindo alpinistas, guias turísticos e residentes. Arirang foi uma das peças de destaque do concerto, que proporcionou ao público prestigiante, a união da bela vista nativa das montanhas locais à clássica harmonia coreana.

Realizado no Himalaia, o concerto, entretanto, não ficará restrito apenas a região mas ganhará novos cenários como Hanuman Dhoka Durbar Square e o Deserto do Saara a fim de ampliar as ações de caridade. Vale destacar, que a ação pioneira, como citada anteriormente pode entrar para o Guinness World Records como o concerto de piano realizado na mais alta altitude na história global.

A respeitada pianista Kim Karam, que já teve canções como tema de grandes dramas como “Tomorrow’s Cantabile” da rede de televisão coreana KBS, tem sido uma das grandes referências participativas de concertos de caridade e tem como grande missão “Mudar o mundo através da música”, realizando projetos em diversos países como a África.

Fontes: Korea Herald | News Himalaya

avatar
About Barbara Brisa

Editora de conteúdo (Brasília) - Cientista Social pela Universidade de Brasília, Repórter Honorária pelo Centro Cultural Coreano do Brasil e Co-Fundadora do Maūm Ūmsik. Em constante estudo pela compreensão das coreanidades.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: