Bases coreanas na Antártida - King Sejong e Jang Bogo

Imagem: KOPRI

A Antártida é um continente de cooperação mundial dedicado à pesquisa. Diversos países tem bases na área com objetivos científicos. A Coreia mantem duas, a King Sejong e a Jang Bogo. Descubra fatos interessantes sobre estas duas estações e como atuam.

Atualmente 30 países possuem estações com o propósito de pesquisa na Antártida. Algumas em funcionamento somente no verão e outras em regime permanente. A Coreia tem presença na região desde 1988, quando foi estabelecida a base King Sejong. São 11 instalações e 2 observatórios localizados na península de Barton na Ilha King George.

No verão a estação conta com 90 pesquisadores coreanos e convidados, contudo no inverno são 17. As bases coreanas funcionam em regime permanente, portanto o ano inteiro. A chefe da estação é a pesquisadora In-Young Ahn, que também foi a primeira mulher coreana a visitar a Antártida.

A segunda estação coreana é a Jang Bogo, erguida em 2014 pela Hyundai Engenharia. Tem 4.ooom² com três asas, sendo uma das maiores das bases de pesquisa permanente do território e situa-se na Baía Terra Nova na parte continental da Antártida. Abriga 15 pesquisadores no inverno e 60 no verão. A base é abastecida através de uma parceria com a estação italiana Zuccheli situada na baía de Tethys.

A construção da Jang Bogo foi todo um desafio, sendo suas partes enviadas de Busan para a Nova Zelândia e  posteriormente embarcadas no RS Araon, o quebra gelo (navio específico para gelo).

Cientistas da Coreia não apenas pesquisam sobre animais locais, como colaboram continuamente com vários outros institutos na Antártida e no resto do mundo, participando, monitorando e contribuindo para a Organização Meteorológica Mundial (WMO), o Sistema Global de Observação do Nível do Mar, o Centro Sismológico Internacional e o Projeto Intermagnet.

As bases coreanas são coordenadas pelo KOPRI (Korean Polar Research Institute), órgão do governo responsável pelas bases na Antártida e no Ártico. As bases são abastecidas anualmente pelo RV Onnuri, um dos navios coreanos de pesquisa e eventualmente via aérea através de vôos saindo da Argentina e do Chile.

Curiosidades

A Antártida foi visitada pela primeira vez em 1820, há 200 anos em 2020. A base brasileira é a Comandante Ferraz na mesma ilha que a King Sejong. A primeira estação permanente foi a Base Orcadas da Argentina, criada em 1904. Além das bases coreanas na Antártida, a Coreia tem uma estação no Ártico, a Dasan.

Fontes: wikipedia ¹ e KOPRI

avatar
About Alcina Knabben

Editora Executiva (Florianópolis - SC) - professora universitária, mestre em administração, apaixonada pela Coréia (negócios, maquiagem, comidas e TV) tem se dedicado a importação e a divulgação da cultura coreana.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: