Indústria de Jogos da Coreia do Sul

Indústria de Jogos da Coreia do Sul | Imagem: Uptodown

A indústria de jogos na Coreia do Sul é um dos maiores mercados do mundo. Somente no ano passado, ela exportou um total de US$ 6,9 bilhões de dólares em conteúdo, quase 11 vezes a mais que a indústria da música. Dessa forma, com esses números astronômicos, a indústria de jogos na Coreia do Sul se mantém resiliente à crise econômica do coronavírus.

Um mercado em ascensão

De acordo com Wi Jung Hyun, professor do curso de Administração da Universidade Chung Ang e diretor da Sociedade de Games da Coreia, “apesar dos holofotes estarem direcionados aos filmes e ao k-pop, quando olhamos mais de perto, percebemos que são os jogos que estão impulsionando as exportações de conteúdo do país”.

Conforme a fala do professor, um relatório divulgado pelo Ministério da Cultura e pela Agência de Conteúdo Criativo da Coreia observou que as exportações da indústria de jogos da Coreia do Sul cresceram 8,9% em relação ao ano passado. Um indicador que a eleva ao comando das demais exportações, pois, assim, o setor de jogos figura com 67% do total de exportações do país.

Indústria de Jogos na Coreia do Sul

Indústria de Jogos na Coreia do Sul | Gráfico: Agência de Conteúdo Criativo da Coreia

De acordo com o gráfico divulgado pela Agência de Conteúdo Criativo da Coreia, apesar de pequenos contratempos, a indústria de jogos na Coreia do Sul mantém-se em ascensão. Aliás, em termos de arrecadação, no ano passado, o mercado de games gerou um total de ₩15 trilhões de won (US$ 1,2 bilhão de dólares).

Nadando na contracorrente da crise econômica

Em contrapartida ao abalo financeiro que a pandemia do novo coronavírus proporcionou ao mundo, o setor coreano de games segue firme, ainda gerando empregos e receita.

Ao passo que a quarentena foi confinando as pessoas em suas casas, houve uma explosão pela procura de entretenimento à distância de um mover de mãos. Assim, o governo sul coreano decidiu impulsionar sua economia voltada ao rápido crescimento do mercado de jogos mobile (celular).

A indústria de jogos na Coreia do Sul e as medidas de investimento no setor

Antes de mais nada é preciso dizer que esse é um setor em desenvolvimento no mundo e que, aqui, a Coreia do Sul é vista como pioneira na profissionalização dos jogadores e dos demais profissionais da área.

Então, para que avançassem ainda mais, as medidas de impulsionamento da economia foram as seguintes:

  • Flexibilização das regulamentações do setor;
  • Aumento de subsídio para as empresas iniciantes;
  • Reforma da estrutura do setor, tornando-a mais efetiva em suas produções;
  • Promoção de forma massiva da indústria e da liga de esportes eletrônicos (eSports).

Essa busca por alavancar ainda mais a indústria de jogos na Coreia do Sul, deve-se aos sinais do último trimestre. O país esteve entre os três principais países com maior crescimento de download e de gastos com jogos para celular.

O Lineage 2M é um bom exemplo. O jogo, desenvolvido pela empresa sul coreana NC Soft, ficou em sexto lugar no trimestre passado e, atualmente, como resultado de seu destaque no universo dos games para mobile, tornou-se o jogo mais vendido da Google Play da Coreia do Sul e de Taiwan.

Alguns dos principais jogos da indústria coreana
Mobile

A Netmarble é uma gigante desenvolvedora de jogos mobile. Em seu catálogo temos o RPG Marvel Future Fight e o Seven Knights; o jogo de cartas BTS World e, por fim, o seu recente sucesso, o RPG The Seven Deadly Sins: Grand Cross que você pode baixar clicando aqui.

Indústria de Jogos na Coreia do Sul

Indústria de Jogos na Coreia do Sul | Imagem: Netmarble

Conheça mais 5 games coreanos super fofos e divertidos para celular.

MMORPG
  • Ragnarok On-line
Indústria de Jogos da Coreia do Sul

Indústria de Jogos da Coreia do Sul | Imagem: The Game Times

GRAVITY Co. – 2002 – PC

No quesito jogos para computador, quem é gamer certamente já ouviu falar e já jogou algum MMORPG, principalmente o Ragnarok On-line. O game foi o primeiro grande sucesso de exportação da indústria para o mundo e, ainda hoje, coleciona fãs de todos os lugares.

Ragnarok é um jogo de visão isométrica com cenários 3d e personagens em 2d. O game tem Midgard como cenário e, dessa forma, instiga o jogador a se aventurar pelo local mitológico cumprindo quests, customizando personagens e garimpando itens.

Para saber mais sobre Ragnarok on-line é só clicar aqui.

  • Tera

Indústria de Jogos da Coreia do Sul | Imagem: TechTudo

Bluehole inc. – 2011 – PC / PS4 / Xbox One

Segundo David Noonam, escritor chefe do jogo, Tera é 50% MMORPG e 50% jogo de ação. Logo ao lançamento, o game trouxe com novidades no gênero como, por exemplo, os novos mecanismos de gameplay de interação. Assim, agora o jogador poderia esquivar, aparar e efetuar ações de bloqueio livremente com seu personagem.

Quer saber mais sobre Tera on-line? Basta clicar aqui.

Glossário

Gameplay: jogabilidade do jogo (todas as interações jogador-personagem-game);

MMORPG: Massively Multiplayer Online Role-Playing Game (jogo de interpretação de personagem em massa para multiplayers).

Fonte: Pulse; The Korea Herald; The Diplomat; Voxel; Yokai pop.

avatar
About Juliana Vicente

(Fortaleza/CE) Jornalista cearense apaixonada por cinema, culturas, história e literatura. Escreve por vocação e sonha alto na esperança de fazer do mundo um lugar melhor.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: