seul

Imagem: Alexandre Disaro

Que tal conhecer duas regiões em Seul para se divertir? Gosta de shows, casas noturnas, feira ao ar livre, compras e arte? Visite Hongdae e Myeongdong; dois lugares super interessantes.

Hongdae é conhecida pelo seu espírito jovem, arte urbana e bandas indies que tocam pelas ruas e bares. A área tornou-se referência de cultura alternativa e berço de outras subculturas. Galerias de arte, estúdios, teatros, lojas de design, arte de rua, cafés, bares, restaurantes, casas noturnas, noraebang (karaoke) e seus coloridos neons atraem locais e turistas. Gosta de show ao vivo? Conheça o Live Club Day. Toda última sexta-feira do mês, a compra de um ingresso no valor de KRW 20,000 (USD 18,00) dá acesso a uma dezena de casas noturnas de jazz, rock, hip hop e EDM em Hongdae pelo preço de uma entrada. Faça uma viagem musical! Durante os sábados, entre às 13h e 18h artistas se reunem no Hongdae Park, montam suas tendas e vendem seus produtos. Durante este período há música ao vivo e eventos nas ruas. Por lá também há um museu intrigante, o TrickEye Museum.

Há outra área interessante para se explorar: Myeongdong. Esta região de Seul floresceu junto com a renovação da cidade, no pós Guerra da Coréia. Muitas lojas de departamento, shopping centers, restaurantes e lojas de grife se instalaram por lá. Nos anos 70, tornou-se um lugar popular entre os jovens da capital. Além de ser um dos principais eixos comerciais e financeiros, foi também durante os anos 80 e 90 um importante palco para protestos e manifestações. Grandes companhias de seguro, serviços financeiros e investimentos têm suas sedes na região. Há muitas lojas, restaurantes, comida de rua e noraebang (karaoke). A noite na região é igualmente agradável, contudo, mais voltada ao comércio se comparada a Hongdae.

Ambas regiões de Seul são ótimas. Tenho boas memórias de caminhar pelas ruas cercadas por neons, comer em pojangmacha (barraquinhas de rua que servem comida – confira o post das comidinhas de rua) e bebericar soju, cantar no noraebang (karaoke), ver performances de k-pop nas ruas e fazer compras a bons preços. Não cheguei a ir a uma casa noturna; contudo, li que a noite coreana pode ser bem animada para os baladeiros. Há muitas casas noturnas em Gangnam, Apgujeong-dong e até mesmo em Hongdae.

Acesse o post completo no Viver a Viagem, veja fotos, saiba mais sobre a língua coreana e encontre links para aprendê-la.

Siga minha página no Facebook e Instagram.

avatar
About Alexandre Disaro

Editor associado (São Paulo) - Internacionalista de formação e fotógrafo por opção. Gosta de viajar e conversar sobre; cozinhar para amigos; passar horas praticando caligrafia; aprender idiomas; escrever; estudar bandeiras e tomar chá. www.alexandredisaro.com (site como fotógrafo) www.disaro.co (site do blog de viagem)

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: