tag livros

Thriller coreano | Imagem: TAG Livros

2019 inicia com lançamento literário coreano em português. A obra é de autoria da escritora Jeong Yu Jeong e compõe a seção de inéditos da TAG Livros.

Dos amantes literários de longa data àqueles que estão iniciando sua jornada, todos podem construir uma experiência única através da leitura. A fim de incentivar essa imersão em novos universos, a TAG Livros desenvolveu um clube de assinatura. Assim, pessoas de diversos cantos do Brasil têm experienciado livros de uma nova forma.

Dois são os segmentos do clube, conhecidos como TAG Curadoria e TAG Inéditos. No primeiro, o leitor tem contato com obras indicadas por grandes nomes da literatura. Enquanto no segundo, bestsellers de todo o mundo, ainda inéditos no Brasil são traduzidos. Ambos são estruturados em formato de kits exclusivos e enviados, mensalmente aos assinantes.

Neste mês de fevereiro, no TAG Inéditos, não só um thriller coreano foi selecionado como carro chefe do kit, como é a primeira vez que um livro coreano compõe o acervo de lançamento do clube. Para contar um pouco mais desse processo, conversamos com a Fernanda Grabauska, Coordenadora de Produto da TAG Inéditos.

Vocês completam, em 2019, 5 anos de atividades oficiais enquanto um clube literário de assinatura. Como veem essa trajetória de trabalho e compartilhamento de experiências e que desafios avistam pela frente, principalmente em relação ao consumo literário no mundo contemporâneo?

A TAG parte muito de uma vontade de transformação. Em seu lançamento, pareceu uma ideia ousada fazer do amor pela literatura um empreendimento. No sentido de que o Brasil sempre foi um país de não leitores. Com o tempo, superando um período inicial de incerteza e dificuldade, nosso clube se tornou uma grande comunidade de apaixonados por livros […] Acreditamos que os livros iluminam e trazem conforto, além de serem um instrumento de exercício da empatia. Com isso, é nossa esperança (e nosso maior trabalho) trazer a literatura para o centro dos debates cotidianos. Acho que estamos fazendo um bom trabalho nesse sentido. 

Como foi o processo de curadoria do título coreano? Por quem foi realizado?

A TAG Inéditos não têm curadores. Os livros são enviados por editoras e agências para mim, na pessoa de coordenadora dessa parte da empresa. Depois de um primeiro filtro, feito por mim e outros colaboradores com experiência editorial, ele passa por um painel de testers e então começamos a negociar com os detentores dos direitos do livro.

Esta é a primeira obra coreana que o clube lança? Como e quando esse diálogo com a literatura coreana foi estabelecido?

Sim, é a primeira obra coreana que lançamos. Ela nos foi oferecida pela editora Todavia, detentora dos direitos no Brasil, e ficamos muito entusiasmados com o prospecto de trabalhar com literatura coreana. Então foi uma alegria conseguir fechar contrato para lançar o livro.

Podem comentar a respeito da tradução e publicação das obras estrangeiras? Elas são feitas diretamente do idioma original  ou de traduções do inglês? E no caso da obra coreana em questão?

A obra foi traduzida diretamente do coreano por Jae Hyung Woo. Prezamos por sempre ter traduções diretas do idioma de origem.

Quanto ao processo de publicação dos livros, eles são lançados sob o selo da TAG Livros ou existe uma parceria editorial?

A TAG Inéditos lança os livros sempre em parceria com a editora que, depois de um período de exclusividade, vai colocar a edição comercial da obra a venda nas livrarias.

E então, ficou curiosa(o) para saber mais sobre o thriller coreano? O prazo para adquirir o kit TAG Inéditos de fevereiro vai até dia 10. Corre que ainda está em tempo! Clique AQUI e mergulhe nesse mistério literário.

Agradecimento: à Luíse Fialho da TAG Livros e Fernanda Grabauska da TAG Inéditos.

avatar
About Barbara Brisa

Editora de conteúdo (Brasília) - Socióloga e pesquisadora sobre cultura e tradição coreana.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.