foto: hancinema.net

foto: hancinema.net

Estão em cartaz na Coreia do Sul dois filmes que têm dado muito o que falar entre os espectadores!

“The Attorney” e “The Way Back Home” são dois dos filmes que estão atualmente em cartaz na Coreia do Sul. Ambos são baseados em fatos reais e, por conta disso, têm gerado bastante discussão.

“The Attorney” é baseado no caso de Burim, que ocorreu em Busan em 1981 quando o país estava sob o governo militar de Chun Doo Hwan. Mais de 20 pessoas foram presas, incluindo estudantes universitários e professores, sob a falsa acusação de serem Comunistas – eles faziam parte de um clube do livro. A história do filme é centrada no advogado fiscal Song Woo Seok, interpretado por Song Kang Ho, cuja vida sofre uma reviravolta após ele concordar em defender aqueles que foram presos no caso de Burim.

Desde sua estreia, em 18 de Dezembro, o filme já arrecadou cerca de 54,3 milhões de dólares (dados do dia 08/jan).

“The Way Back Home” é baseado na história de uma dona de casa que foi presa na França por ser uma “mula” (pessoa que viaja para países estrangeiros portando drogas para entregar ao tráfico). Foi lançado no dia 11 de Dezembro e até o dia 08/jan havia arrecadado cerca de 13 bilhões de won. O filme critica o modo com que o Ministro de Relações Exteriores lidou o caso, questionando a eficácia com que o Ministério protege os coreanos que estão em outros países. O Ministério em questão já se pronunciou dizendo que o filme não mostra a história toda, mas o público continua a culpar e responsabilizar o órgão em relação ao incidente.

Mesmo que os dois filmes sejam obras fictícias, ambos estão sendo tratados pelo público como realidade. Obras baseadas em fatos reais têm se tornado popular no país, e especialistas especulam que talvez seja porque é mais fácil se identificar com elas. Leia mais sobre o assunto aqui (em inglês).

Autor:  Laura Torelli

Fonte: www.koreajoongangdaily.joins.com

avatar
About Laura

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: