Rei Naemul

fonte: korea.net

Sabemos pouquíssimo sobre o rei Naemul de Silla. Além de seu túmulo, ele foi mencionado em pelo menos dois textos históricos conhecidos, dando-nos assim alguns fatos sobre sua vida .

Para personalidades históricas no passado distante, muitas vezes literatura e textos são tudo o que temos. Todas as obras de arte, incluindo registros reais e coleções de histórias, são políticas e refletem a época em que foram feitas.

Assim, as informações que temos sobre os antigos reis de Silla refletem o que os povos subsequentes – especialmente Goryeo – consideraram importante.

Grande parte do nosso conhecimento sobre ele vem do “Memorabilia dos Três Reinos” (Samguk Yusa, 삼국 유사, 三國 遺事), mas ele também é mencionado no texto “História dos Três Reinos [Coreanos]” (Samguk Sagi , 삼국 사기, 三國 史記).

O “Memorabilia” inclui alguns fatos pontuais sobre o Rei Naemul, como:

  • Ele foi o 17º monarca de Silla.
  • Seu pai era Kim Malgoo (김말구, 金 末 仇), um homem que tinha recebido o prêmio gakgan (각간, 角 干) em honra de atos realizados para a nação e sua mãe era Hyurye (휴례 부인, 休 禮 夫人), do clã de Gyeongju Kim.
  • A esposa real de Naemul, Buban (보반 부인, 保 反 夫人), era a filha de um rei anterior, o Rei Michu (미추왕, 味 鄒 王) (262-284), um monarca conhecido por seu “espírito virtuoso”.
  • Em 381, ele enviou uma missão tributária ao rei Fu Jian (부견, 苻 堅), o terceiro governante do Qin (전진, 前秦) e foi assim capaz de importar mais “produtos culturais chineses” (중국 문물), incluindo o Sistema de escrita chinês e técnicas especificas de fabricação de cerâmicas.
  • Em 397 uma fome explodiu e Naemul ordenou que o povo ficasse isento de impostos por um ano, que é lembrado como um dos muitos grandes feitos que ele fez.

Rei Naemul governou por 46 anos, considerado um longo reinado em qualquer época, especialmente em tempos antigos, quando as pessoas morriam muito mais jovem do que nos dias de hoje.

Ele encontra-se em repouso em Gyo-dong, Gyeongju, especificamente no lote 188 nas tumbas reais oficiais de Silla (경상북도 경주시 교동. 사적 제 188 호). Saiba mais sobre as Tumbas Reais AQUI.

Os visitantes podem entrar nos terrenos do túmulo real por uma pequena taxa e, para ser honesto, seu local de enterro faz para um parque muito agradável estes dias.

Fonte: korea.net

avatar
About Taisa Aguilar

Editora Colaboradora (Rio de Janeiro - RJ) Estudante de Ciências Contábeis. Apaixonada desde muito tempo pela cultura asiática (principalmente japonesa e coreana). Cosplayer nos tempos vagos, adora assistir animes, ler mangá e ouvir música. Sonha um dia visitar a Coreia e o Japão

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.