Praça Gwanghwamun

Praça Gwanghwamun/ Imagem: vaaju.com

A praça Gwanghwamun, localizada no centro de Seul, será expandida e terá uma passagem subterrânea. Segundo o Governo Metropolitano da cidade, a praça será ampliada em até quatro vezes do tamanho atual.

A praça Gwanghwamun representa um espaço histórico e de identidade da nação, sendo o centro da política da dinastia Joseon (1392-1910). Também teve importância nos principais movimentos democráticos da Coreia moderna, incluso a Revolução de Abril (1960) e a Revolta Democrática em junho de 87.

O Governo Metropolitano de Seul realizou uma competição para coletar ideias sobre a reconstrução da praça. No total, 70 participantes de 17 países, entre os quais estão Áustria e Itália, participaram do processo. A obra tem previsão de se iniciar no próximo ano e ser encerrada em maio de 2021. Porquanto, o projeto está estimado em 104 bilhões de won, sendo 66,9 bilhões investido pela prefeitura e 37,1 bilhões pela Administração do Patrimônio Cultural.

Detalhes do projeto

Com a expansão, a praça terá um caminho subterrâneo e um centro de trânsito que atenderá cinco linhas de metrô. No espaço subterrâneo, de aproximadamente 4km, haverá instalações culturais e educacionais. Assim, se ligará à estação de Gwanghwamun e englobará as principais áreas do centro de Seul, Prefeitura, Euljiro e Dongdaemun.

Indo além, as estátuas icônicas do Rei Sejong e do Almirante Yi Sun serão realocadas a fim de garantir uma visão ampla de Bugaksan e Gyeongbokgung. No entanto, o governo da cidade irá reunir a opinião pública no que concerne a realocação das estátuas.

Alguns cidadãos coreanos questionam a quantidade de veículos pesados, tráfico intenso e a falta de identidade da praça. Para isso, o governo da cidade propôs a redução de 10 para 6 pistas e desvios que visam transformar a área em um centro de transporte público.

Com o objetivo de resgatar o valor histórico de Seul, o governo irá restaurar uma rua onde os departamentos administrativos da dinastia Joseon foram agrupados. Portanto, Seul terá um espaço simbólico como o Arco do Triunfo em Paris, segundo o prefeito Park Won Soon. A prefeitura considera, também, a ideia de construir uma sala de concertos clássicos no Parque Sejongno.

Durante a reconstrução da praça Gwanghwamun, o governo da cidade garante tomar medidas para minimizar as interrupções do tráfico.

Fontes: koreajoonganddailykoreatimespulsenewsnew.mk

avatar
About Virgine Borges de Castilho Sacoman

Historiadora (UEG), especialista em Mídias na Educação (UFPel), e estudante de Pedagogia (UNICSUL). Gosta de assistir Kdramas, Kmovies e ler livros da literatura coreana. Áreas de maior interesse: produtos culturais da hallyu, hallyu no Brasil e América Latina, Kmovie e suas representatividades.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.