Platform-L

Imagem: koreatimes.co.kr

Inaugurado no dia 12 de maio, o PLATFORM-L é um centro de arte criado para proporcionar uma experiência diversificada para o público, apoiando jovens artistas contemporâneos coreanos e internacionais.

O centro apresentará uma variedade de formas de arte, como performances, exibição de filmes e exposições de arte contemporânea. O objetivo é introduzir várias exibições que ampliem as possibilidades de diversas formas e linguagens artísticas. O local sera um dos principais locais para a arte experimental, com foco em exposições e projetos, que construam redes entre artistas, curadores e outras instituições na Coreia e no exterior. O PLATFORM-L pretende ser uma espaço de discussão sobre a prática artística, tornando-se uma plataforma de intercâmbio, cooperação, aprendizado e exploração para quem produz obras de arte.

O Platform-L é gerido pela Taejin Culture Foundation, mantida pela empresa Taejin International que é a detentora da marca fashion Louis Quatorze. “O centro vai se concentrar em manter a sustentabilidade para jovens artistas. Há muitos talentos com idade em torno de 30 anos, no entanto, os museus públicos ou políticas de arte não preenchem as expectativas destes jovens. Vamos investir no apoio de artistas, designers e arquitetos“, disse Park Man Woo, diretor do Centro.

Após os dois anos de construção, que começou em 2014, o PLATFORM-L abriu suas portas com duas exposições individuais: Bae Young Whan com Pagus Avium. Bae é conhecido por seus trabalhos sobre os reflexos da cultura popular na civilização moderna, e retorna com uma exposição individual depois de quatro anos. Como o título da exposição indica, novas obras de Bae são centradas em aves, que estabelecem comparações entre as pessoas modernas e aves em gaiolas.

A outra exposição é do chinês Yang Fudong, chamada: “The Colored Sky: New Women II. Em sua primeira exposição individual na Coreia, Yang apresenta uma instalação de vídeo multi-dimensional na plataforma Live, um espaço multifuncional que pode ser transformado em um teatro. Cinema e arte contemporânea se juntam para elaborar uma narrativa, onde um vídeo apresentará em 5 canais diferentes, três personagens femininas que representam a mulher moderna na China na década de 1930. Seus anseios para o futuro e o fosso entre o desejo e a realidade são justapostos com imagens de casas coloridas, um veado e um cavalo em um conjunto de uma praia artificial. “A instalação de vídeo é uma metáfora para a realidade e fantasia oferecido pelos filmes. Os espectadores podem se tornar um segundo diretor e assistir a vídeos como eles querem”, disse Yang.

As exposições permanecem no espaço até agosto e os ingressos custam 5.000 wons.

O PLATFORM-L localiza-se em Nonhyeon-dong proximo a estação Hak-Dong linha 7.

 Site Oficial (em coreano) – Facebook

Fontes: Korea Times e My art guides

avatar
About Alcina Knabben

Editora Executiva (Florianópolis - SC) - professora universitária, mestre em administração, apaixonada pela Coréia (negócios, maquiagem, comidas e TV) tem se dedicado a importação e a divulgação da cultura coreana.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: