http://www.mdig.com.brwww.mdig.com.br

Esse parque fica cerca de uma hora de Seul, na cidade de Suwon, também conhecida como a casa da Samsung Electronics, e se estende ao redor da construção, onde já foi a casa de Sim Jae-duck, fundador e primeiro presidente da Associação Mundial de Banheiros. “Ele foi um homem cuja vida literalmente começou em um banheiro e terminou em uma casa em forma de vaso sanitário”, disse Lee Yeun-sook, gerente de planejamento na “Mr Toilet Sim Jae-duck Foundation“. Senhor “Sim”, que morreu em 2009 com a idade de 70 anos, saltou para a fama na Coreia do Sul, quando ele forneceu banheiros para os torcedores, quando o país sediou a Copa do Mundo de 2002.

www.mdig.com.brO parque exibe muitas estátuas estranhas, a maioria mostra pessoas atendendo ao chamado da natureza, o parque oferece um pouco da história e da evolução dos banheiros dentro do contexto da história, pois ali também é possível encontrar as tradicionais latrinas coreanas, comadres européias e a escultura “A Fonte de Marcel Duchamp”.   A organização que o Sr. Sim Jae-duck fundou, tem como missão difundir os benefícios de banheiros ao redor do mundo, juntando-se a mesma opinião da Organização Mundial de Banheiros com sede em Cingapura. Suwon, desde então recebeu o apelido de Meca da cultura do banheiro e a fundação do senhor Sim tenta fazer com que os banheiros sejam reconhecidos como uma parte central na vida cotidiana, financiando programas de construção de sanitários nos países em desenvolvimento, como as Filipinas.

No decorrer da história, os banheiros, já tiveram diversas versões e conceitos, como declara Kim Gye-soon, um turista de 52 anos de idade, no parque temático: –  Na nossa geração, um banheiro era um lugar muito sujo, onde ninguém nunca queria ir, mas agora é totalmente diferente. Tudo limpinho e cheiroso. Suwon vai continuar o trabalho do senhor Sim, e pretende construir um centro de cultura sanitária em 2014, perto do parque atual, cuja entrada é gratuita e que já atraiu cerca de 40 mil visitantes desde que abriu em julho. – “Ir ao banheiro é tão vital quanto se alimentar. Num certo sentido, as nações e os governos deveriam trabalhar para garantir que todos tenham um acesso igualitário a banheiros”, conclui Lee. (Fonte)

Texto e Imagens: http://www.mdig.com.br/index.php?itemid=26785#ixzz2iXw6ddMo  – Text and images: http://news.wef.org/next-stop-mr-toilet-house/ (english)

avatar
About Lamara

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.