cardeal coreano

Imagem: popekorea.catholic.or.kr

O budismo ainda é a religião mais tradicional para a maioria dos coreanos, mas o número de cristãos (tanto protestantes quanto católicos) vem crescendo muito no país. Tanto que até o final do mês de janeiro, existe a possibilidade de que o Papa Francisco nomeie um coreano como um de seus cardeais.

Andrew Yeom Soo-jung, 71 anos, arcebispo da arquidiocese de Seul e Hyginus Kim Hee-jong, 67 anos, arcebispo de Gwangju são os dois principais candidatos coreanos ao posto que será apontado pela autoridade máxima da Igreja Católica. Yeom Soo-jung também já era popular na Coreia antes de se tornar arcebispo de Seul. Ele era presidente da PBC (Peace Broadcast Corporation), um canal de TV e rádio católico na Coreia.

A Coreia já teve outros dois cardeias: Stephen Kim Sou-hwan, que morreu em 2009 e Nicolas Cheong Jin-suk, que se aposentou em 2012. Han Hong-soon, embaixador coreano no Vaticano até o final do ano passado, disse que a possibilidade de um cardeal coreano é grande, já que o país é estratégico e importante para o crescimento do catolicismo no mundo.

Os cardeais atuam como “assistentes” do papa. Ajudam a difundir o trabalho da Igreja em nível local e também servem como “conselheiros” do santo padre.

Autor: Eder Brito

Fontes: Chosun Ilbo / Korea Herald

avatar
About Colaborador

One Response to Papa Francisco pode nomear coreano como cardeal

[top]

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: