mulheres coreanas

08 de março é o Dia Internacional da Mulher. Essa data marca uma séries de lutas por direitos iguais. Acreditando que lugar da mulher é onde ela quiser, a equipe do BrazilKorea separou alguns exemplos de mulheres coreanas que se destacam em diferentes áreas. 

Composição

Mary Kim Joh era uma compositora, pesquisadora acadêmica e médica. Joh é mais conhecida por escrever “School Bell” (학교 종 – Hak’kyo Jong) em 1945. Esta música infantil é ensinada a estudantes até hoje. O governo sul-coreano pediu que ela criasse músicas para crianças, após o fim do domínio japonês sobre o país. Seu livro de 1950, sobre canções populares coreanas, é um dos poucos publicados sobre o assunto.

Literatura

Han Kang é uma escritora sul-coreana premiada mundialmente. Filha de coreanos, mudou-se aos 11 anos com a família para Seul. Estudou Letras na Universidade Yonsei e depois de se graduar trabalhou durante três anos como jornalista nas revistas Publishing Journal e Samtoh.
Iniciou a carreira literária com o relato “A âncora escarlate”. Ensina Criação Literária no Instituto de Artes de Seul, e escreve contos e novelas. Ela é uma grande referência quando o assunto é literatura coreana.

Tatuagem

Nawoo Kim, conhecida como Nini, é uma jovem tatuadora coreana que tem feito grande sucesso nas redes sociais por seu enorme talento. Com apenas 22 anos, ela tem seu próprio estúdio e tem mostrado a diversidade de estilo na Coreia. Ela traz uma nova roupagem ao que estamos acostumados a ver esteticamente.

Jornalismo

Bae Hyun Jin é âncora da emissora coreana Munhwa Broadcasting Corporation (MBC). Se formou em Comunicação, Língua e Literatura Coreana na Sookmyung Women’s University. Sua lista de prêmios começou quando ainda estava na universidade, onde já se destacava. Ela foi para a MBC em 2008 e desde então tem apresentado diversos programas e jornais  televisivos e radiofônicos.

Esporte

Lee Sung-Jin é uma arqueira sul coreana, campeã mundial, número um no ranking mundial com três medalhas olímpicas. A Coreia do Sul é a principal potência do tiro com arco feminino. O país domina o quadro de medalhas da modalidade esportiva, desde sua primeira participação nos Jogos Olímpicos em Los Angeles, 1984.

No ano passado, o BrazilKorea escreveu sobre mulheres coreanas importantes para a história da Coreia. Leia AQUI.

Fontes: ItiKorea, Tattoodo e Wiki.

avatar
About Cecilia Bohrer

Editora de Conteúdo (Belo Horizonte - MG) - Jornalista, produtora, assessora, social media e escritora. É completamente apaixonada pela cultura oriental e pelo universo nerd.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.