Brazilkorea Manhwas

Imagem: Divulgação

Vários manhwas já foram publicados por editoras brasileiras ao longo dos anos, fique por dentro de alguns títulos que valem a pena conhecer.

As histórias em quadrinhos criadas na Coreia são conhecidas como manhwas (만화), equivalente ao mangá no Japão e ao Manhua na China. Sendo que a leitura, diferente desses dois, é feita no sentido ocidental: de frente para trás e da esquerda pra direita e seu artista é conhecido como Manhwaga (만화가). Aqui no Brasil a maioria das obras publicadas era de origem japonesa (os mangás), mas a partir de 2004 as editoras brasileiras começaram a investir nos quadrinhos coreanos, que tiveram seu auge em 2009, com as editoras Conrad, Panini, Lumus, NewPOP, entre outras, trazendo vários títulos de manhwas. Sendo essa uma das tentativas de atrair o crescente público que surgiu com a onda “Hallyu” nessa mesma época! Com vários grupos de Kpop, além dos games e dramas coreanos ficando conhecidos no ocidente, as editoras aproveitaram o momento, junto ao governo coreano, que queria expandir seu mercado de entretenimento e trouxeram várias obras para o Brasil. A Conrad foi a primeira editora a investir no mercado de manhwas, trouxe obras mais maduras como:  

Chonchu, o guerreiro malditoobra de Kim Song-Jae e Kim Byung-Jin, com 15 volumes, lançados entre 2004 e 2006, foi o primeiro manhwa lançado no Brasil, mas infelizmente não foi finalizado na Coreia, parando no volume 15. A história gira em torno de Chonchu que foi amaldiçoado ao nascer. Uma profecia dizia que ele seria o filho do demônio e mataria seus pais, reis dos Yemaek. Salvo da morte pela mãe, foi exilado e passou a viver com o clã guerreiro dos Mirmidões, no qual cresceu em meio a batalhas sangrentas tendo que viver o terrível destino de ter que matar para não morrer.

Danguobra de Park Joong-Ki, também conhecida como Shaman Warrior, teve 9 volumes, lançados entre 2009 e 2011, nos mostra a história de uma equipe de guerreiros misteriosos com super poderes que começam a ser perseguidos por um governo corrupto em um mundo rodeado por desertos e lutas pelo poder. Foi um dos manhwas épicos mais vendidos na Coreia do Sul, ganhando o prêmio Korean Culture & Content Agency’s 2006 como melhor manhwa do ano!

Angry Manhwa de Yoo Kyung-Won e Kim Jae-Yeon, foi lançado em 2006, com um total de 6 volumes, a história segue o estilo comédia-romântica, protagonizado por Suk Dong-Min, um judoca autoritário que ao entrar em um dojo consegue vencer em combate a principal aluna local (Cho Ha-Seo). Isso acaba despertando estranhos sentimentos na moça, que havia prometido casar-se com aquele que a derrotasse, e logo eles passam a morar juntos, gerando várias situações engraçadas ao longo do enredo.

Model – obra voltada para o público feminino, teve 7 volumes lançados e finalizados em 2009, sua Manhwaga foi Lee So-Young, que nos traz a história de Jae, uma moça coreana que vai estudar arte na Europa e lá conhece um rapaz (Michael) que na verdade é um vampiro, e o modelo perfeito para suas pinturas, juntos decidem fazer um acordo onde Jae permite que o vampiro se alimente dela,  enquanto ela pinta seus retratos.

Outros manhwas lançados pela Conrad foram: Banya – o mensageiro; Gui – o guerreiro fantasma e Ragnarök. A Editora Panini também publicou alguns títulos como: Kil-Dong : crônicas de um guerreiro e Dejà Vu – uma obra bem diferente, pois seu autor Youn In-Wan escreveu várias histórias nesse trabalho que tem sua arte feita por vários artistas diferentes, sendo uma coleção de quatro OneSHOTS (Primavera, Verão, Outono e Inverno). Cada história conta sobre dois amantes que se confrontam com um golpe cruel do destino, falando sobre reencarnações e a busca da felicidade, além de outros contos, tudo isso foi compilado em um volume único que foi lançado no Brasil em 2007.

A Lumus e a NewPOP também publicaram alguns títulos aqui no Brasil, sendo os da Editora Lumus: Planet Blood (Kim Tae-Hyung) e Priest (Hyun Min-Woo), depois se juntou a NewPOP e lançaram Tarot Café e Ark Angels, ambas feitas pela mesma Manhwaga, Park Sang-Sun.

Tarot Café foi a primeira obra coreana voltada ao público feminino lançada no Brasil (depois veio Model) teve no total 7 volumes. Publicados entre 2007 e 2008, sua história traz seres sobrenaturais, esoterismo e acontece na Grã-Bretanha contemporânea, onde Pamela é a proprietária misteriosa de um Tarot Cafe. Depois da meia-noite, ela recebe clientes sobrenaturais que vêm pedindo conselhos através das leituras de tarô. De gatos, para fadas e até vampiros, eles contam suas histórias, enquanto Pamela desvenda o seu passado, presente e futuro através de suas cartas. Em troca de seus conselhos, eles pagam-lhe com contas de colar de Berial, que ela reúne para seus próprios fins secretos.

Ark Angel teve apenas 3 volumes e foi lançada em 2009, com um estilo de arte mais “fofo”. A história é bem diferente e acompanha as irmãs Shem, Hamu e Japheth que foram enviadas à Terra com poderes fantásticos, para proteger os animais e evitar uma catástrofe que ameaça a Terra, mas o tempo é escasso, e elas precisam se apressar se quiserem cumprir a missão. Disfarçadas como estudantes colegiais, elas ainda devem enfrentar os problemas de adolescentes comuns.

Com vários gêneros diferentes de manhwas lançados aqui no Brasil, que passam pelo Sonyung: manhwas voltados para meninos, Sunjeong: para garotas e Tchungnyun: para jovens adultos, tivemos muitas obras bacanas nessa leva de lançamentos no país, esperamos que outros títulos possam vir a ser publicados por aqui novamente. Enquanto isso não acontece, aproveite alguns desses manhwas indicados, você pode encontrá-los a venda nos sites oficiais das editoras (algumas já não existem mais) ou em sites  e lojas de vendas especializadas em quadrinhos.

 

Fontes: Wikipédia, Myanimelist, Newpop, BBM, Comix

 

 

avatar
About Mariana

Estudante universitária de História, se especializando em História da Ásia. Apaixonada pela cultura Asiática em geral, ama dramas asiáticos, músicas, show de variedades, além de mangás, jogos e animes, principalmente do Studio Ghibli. Um dia acredita que sobre tempo para curtir tudo isso e comece seu tour pela Ásia a partir da Coreia!

2 Responses to Manhwas – algumas obras publicadas no Brasil
  1. avatar

    Onde eu consigo comprar os volumes?

    • avatar

      Olá Geovana! Você pode estar encontrando esses volumes nos sites das editoras, ou em lojas especializadas como a comix, etc!
      Ainda tem a possibilidade dos sebos onlines e físicos que podem ter o produto! :) Espero ter ajudado!


[top]

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.