Im Heung Soon / BrazilKorea

Imagem: http://irenebrination.typepad.com

O diretor Im Heung Soon foi agraciado com o Leão de Prata na 56ª edição da Bienal de Veneza, na categoria documentário que teve inicio no dia 09/05 e vai ate o dia 22/11.

Nascido em 1969, Im Heung Soon faz de seus trabalhos um retrato da sociedade e da vida das pessoas. Usando vídeo, fotografia e instalações, o artista chama a atenção do público para histórias daqueles que são abandonados, esquecidos e descartados. Seus trabalhos mais famosos são os documentários Basement, my love (2001) e It’s not a Dream (2011).

Factory Complex estreou no ano passado no Busan International Film Festival e obteve boas criticas, sendo posteriormente convidado a participar da Bienal de Veneza, onde foi apresentado na exibição “All the World’s Futures”. O documentário retrata a situação de trabalhadores do sexo feminino na Coreia, Vietnã, Camboja e outros países asiáticos. Segundo o júri, composto pela americana Naomi Beckwith, a austríaca Sabine Breitwieser, o italiano Mario Codognato, o indiano Ranjit Hoskote e o sul-coreano Yongwoo Lee, o documentario de Im Heung Soon é um trabalho de vídeo comovente, que investiga a natureza da precariedade em relação às condições de trabalho para as mulheres em toda a Ásia. Factory Complex assume a forma de um documentário, mas com um direto, levemente mediado, encontro entre este assunto e suas condições de trabalho.

Em seu discurso Im Heung Soon agradeceu as mulheres que viveram e trabalharam pelas suas convicções e disse ter se inspirado em sua própria mãe, que trabalhou em uma empresa de costura por mais de 40 anos e sua irmã, funcionária de uma loja de departamento. O prêmio recebido pelo diretor é o maior  recebido por um artista sul-coreano na Bienal de Veneza.

Confira abaixo o vídeo da entrega do prêmio publicado pela Arirang TV.

O site Twitch fez uma resenha sobre o Factory Complex, que pode ser lida AQUI (em inglês)

Fonte: KoBiz, Bol Noticias, DMZ Docs, La Biennale di Venezia, Arirang TV

avatar
About Rafaela Braga

Editora de Conteúdo (Minas Gerais) - Bibliotecária, apaixonada pelo Oriente (principalmente pela tríade Japão/Coreia/Taiwan), viciada em livros, música, doramas e anime. Tem participado ativamente de fóruns e fansubbers relacionados a cultura asiática.

2 Responses to Im Heung Soon ganha prêmio na Bienal de Veneza
  1. avatar

    […] Industrial (em inglês: Factory Complex – em coreano: 위로공단) ganhou, em maio deste ano, o prêmio Leão de Prata da 56ª edição da Bienal de Veneza, gerando grande repercussão e atenção ao diretor Im Heung Soon. O cineasta, que é na realidade […]

  2. avatar

    […] 05/11, com a exibição do filme “Complexo Industrial”, seguida de um bate-papo com o Diretor Im Heung Soon, que abordará a história das mulheres na fronteira do cinema e da arte. A inscrição para o […]


[top]

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: