Haenyeo: A força do Mar

Imagem: Alexandre Candisani

“Haenyeo: A força do Mar” é um documentário brasileiro, produzido pela Tru3Lab sobre as mergulhadoras da Ilha de Jeju. A diretora Lygia Barbosa e o fotógrafo Luciano Candisani, acompanharam essas mulheres em sua jornada de trabalho.

O documentário teve sua exibição interrompida no dia 08 de março por um erro no sistema de transmissão e será reapresentado nos dias 18 e 27 de março ás 18:15h no canal de TV NatGeo. A pré-estreia de “Haenyeo: A força do Mar” aconteceu no Museu da Imagem e do Som (MIS) em SP no dia 04 de março. Após a apresentação houve um debate com a diretora e o fotógrafo.

Lygia Barbosa é cineasta com mais de 20 anos de experiência no mercado audiovisual. Já trabalhou com filmes publicitários, videoclipes e longa-metragens como Castelo Rá-Tim-Bum, o Filme. Dirigiu séries de TV, como 20 Poucos Anos (MTV Brasil). Também foi diretora do programa Zapping Zone (Disney Channel) Criou e dirigiu a série  infantil Caco e Dado (TV Cultura e Gloob). Fez a reformatação e direção geral da nova temporada do Globo Ecologia.

Candisani começou sua carreira fotografando expedições científicas no Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo – USP, onde cursou biologia. Sua primeira oportunidade profissional surgiu quando foi convidado a integrar uma expedição nas ilhas Shetlands do Sul, na Antártica. Suas fotografias, premiadas no Brasil e no exterior, vem sendo publicadas em diversas revistas e jornais de vários países. A relevância de sua produção fotográfica para a conservação da natureza foi reconhecida, sendo ele membro associado da Liga Internacional de Fotógrafos da Conservação (ILCP). Candisani é autor de cinco livros fotográficos, recebeu cinco indicações ao Prêmio Abril de Jornalismo conquistando quatro delas.

O documentário “Haenyeo: A força do Mar”

As Haenyeos são conhecidas por fazer a pesca de mergulho, utilizando apenas equipamentos básicos como: máscaras, macacões, pés de pato e anéis de chumbo em um cinto, que facilita a ida até o fundo do mar. As mergulhadoras coletam frutos do mar que se encontram em profundidades de até 10m, conseguindo manter-se até dois minutos embaixo d’água. Candisani notou como as mergulhadores emitem um tipo assobio, parecido com um apito, ao hiperventilar na volta à superfície. 

As mergulhadoras tem apoio da UNESCO e outras associações. O governo local auxilia fornecendo a roupa de mergulho completa e equipamentos para a pesca. A partir dos 80 anos, elas recebem um espécie de aposentadoria no valor de 200,00 Won (em torno de 200 dólares), possibilitando a diminuição da carga de trabalho semanal. As Haenyeos são um patrimônio da Ilha de Jeju, muito admiradas e respeitadas. O BrazilKorea escreveu sobre elas e seu museu AQUI.

No documentário Haenyeo: A força do Mar, o fotógrafo mostra através de suas lentes, uma incrível história de preservação cultural e responsabilidade ambiental. A linguagem visual inovadora de Lygia Barbosa, complementa  o relato sobre estas mulheres coreanas tão especiais.

Assista o vídeo de divulgação do documentário:

Fontes: confoto.art.brnationalgeographicbrasil e tru3lab

Editora de Conteúdo: Renata Lourenço

Revisão de Texto: Alcina Knabben

 

avatar
About Editores BrazilKorea

Algumas vezes nossos editores trabalham em conjunto. Os autores estão referenciados no fim do texto.

2 Responses to Documentário brasileiro “Haenyeo: A força do Mar”
  1. avatar

    Ontem no Globo Repórter eles mostraram um pouco sobre as Haenyeo <3!


[top]

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.