namhansanseong

Imagem: www.korea.net

O Forte Namhansan (Namhansanseong – 남한산성), localizado na montanha Namhan (Namhansan), foi originalmente construído como uma fortaleza de terra durante o período de Gogureyo, cerca de 2.000 anos atrás, mas passou por muitas reformas até o período da dinastia Joseon, sendo reformada pela ultima vez em 1621. Foi incluído na lista de Patrimônio Cultural da Humanidade, pela UNESCO, em 2014.

A fortaleza permaneceu sem uso e lentamente decaiu até 1954, quando foi designada como parque nacional e grandes reparos foram realizados. A área da fortaleza acomodava nove templos, bem como vários postos de comando e torres de vigias. Hoje um posto de comando, Sueojangdae, e um único templo, Changgyeongsa, permanecem. Há outros templos mais novos na rota para o portão sul e nas muralhas da fortaleza. Os portões norte, sul e leste foram restaurados.

Seojangdae é onde o Rei Injo permaneceu durante o cerco Manchu em 1636. A segunda parte do prédio foi adicionada em 1751, e nesta época o pavilhão tinha outro nome, Mumangnu, que significa “Torre Inesquecível”. Esse nome refere-se aparentemente à vergonha inesquecível de se render aos Manchus. O resplendor de Chonggyedang data do mesmo período e foi construído em honra a Yi Hoe, que foi executado erroneamente por suas responsabilidades em construir a parte sul de Namhansanseong.

Muito do que existe da fortaleza hoje em dia é datada do Período Joseon. A construção de Seojangdae foi planejada, começando em 1624, quando os Manchus foram ameaçados pela Dinastia Ming na China. Em 1636 durante a Segunda Invasão Manchu da Coreia, o Rei Injo de Joseon se refugiou na fortaleza a fim de tentar se defender do Manchu do Império Qing Hong Taiji, em seguida à Primeira Invasão Manchu da Coreia em 1627. Ele fugiu de sua corte junto com 13.800 soldados para a fortaleza. Lá eles conseguiram se defender graças a proteção de 3.000 monges lutadores. Os Manchus não conseguiram atacar a fortaleza graças a uma tempestade, e somente depois de 45 dias de cerco, quando os suprimentos acabaram, e o rei foi forçado a se render, dando seus filhos como reféns e gerando uma aliança com os Ming. O Monumento Samjeondo (Hanja: 三田渡碑) foi construído na rota sul de Seul a Namhansangeong a fim de marcar este evento.

Namhansanseong foi adicionado na  lista da UNESCO no dia 22 de Junho de 2014, como patrimônio nacional da Coreia do Sul.

Como chegar:

  • [Metrô]
    Desça na Estação Sanseong (Seul Metro Linha 8), Saída Nº2. Pegue o ônibus municipal Nº9, e desça no ponto de autocarro Namhansanseong. (Tempo de viagem:. 20 Min, Intervalo de Autocarros:. 20 min)
  • [Ônibus]
    Pegue o ônibus Nº13-2 na Estação Dongseoul no terminal de ônibus Gangbeun e transfira para o ônibus Nº15-1 na entrada do Namhansanseong, e desça na última parada.

Informações úteis:

  • Instalações: bancos, 10 sistemas de abastecimento de água (bebedores, porém não se pode beber diretamente neles, apenas para abastecer sua garrafa d’água).
  • Entrada: A entrada no parque é gratuita, mas para entrar em Namhansanseong é cobrado até 2.000 wons  por pessoa.
  • Horário de funcionamento do Namhansanseong:
    Temporada de Verão (Abril a Outubro) 10:00 – 18:00
    Temporada de Inverno (Novembro a Março) 10:00 – 17:00
  • Período de não-acesso
    15 fevereiro – 15 maio e 1 novembro – 15 dezembro

Mais informaçõs: namhansansung.or.kr (disponível em inglês e coreano).

Fonte: Wikipédia & Visit Korea

avatar
About Miller

Editor de Conteúdo Junior (São Paulo) – estudante, estuda alemão, apaixonado pela Coréia (comida, cultura, música, entretenimento, turismo, infraestrutura), acompanha sempre notícias coreanas sobre economia, projetos, eventos, música e política.

One Response to [EspecialBrazilkorea] Trilhando: Namhansanseong
  1. avatar

    […] de Palácios de Changdokkgung (1997), Fortaleza de Hwasong (1997), Santuário de Chongmyo (1995), Namhansanseong (2014) e os Túmulos Reais da Dinastia […]


[top]

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.