diretores

Imagens: modernkoreancinema.com

O cinema coreano destaca-se como um dos principais da Ásia. Conheça na segunda parte deste especial mais diretores que tem contribuído para o sucesso da sétima arte.

No primeiro post desta série foram citados três diretores que além de muitos prêmios tem sido importantes para cinematografia coreana. Conheça agora outros grandes nomes do cinema da Coreia do Sul:

Lee Chang Dong – Nascido 4 de julho de 1954, é um diretor, roteirista e romancista. É mais conhecido por seus filmes Peppermint Candy, Oasis, Secret Sunshine e Poetry. Lee ganhou o prêmio de Melhor Diretor no Festival de Veneza de 2002 e o prêmio de Melhor Roteiro no Festival de Cannes de 2010. Foi  também indicado para o Leão de Ouro e Palma de Ouro. Lee atuou como ministro da Cultura e Turismo da Coreia do Sul entre 2003-2004.
Filmes Famosos:  To the Starry Island (1993) *roteiro, A Single Spark (1995) *roteiro, Green Fish (1997), Peppermint Candy (2000), Oasis (2002), Secret Sunshine (2007), Poetry (2010).

Ryoo Seung Wan – Nasceu em 15 de dezembro de 1973, sua experiencia é bastante ampla tendo não só atuado como diretor mas tambem como: roteirista, ator, produtor, assistente de direção e participações especiais em filmes. Com uma carreira que inclui mais de 30 trabalhos visuais. Destaca-se pelo grande sucesso do filme de 2015, Veteran. Além de vários premios e indicações ganhou em Cannes com o filme Jumeogi unda (2005). Em 2009 dirigiu uma série de curtas para a Korea Tourism Organization para divulgação do turismo coreano na China. Atualmente está filmando The Berlin File 2 e Veteran 2.
Filmes Famosos: Veteran (2015 – Diretor), MAD SAD BAD (2014 – Diretor) The Berlin File (2013 – Diretor), Troubleshooter (2010 – Produtor e Roteirista), The Unjust (2010 – Diretor), Dachimawa Lee (2008 – Ator e Diretor)

Park Chan Wook – Nasceu em 23 de Agosto de 1963 na Coreia do Sul. Se formou na Sogang University em Filosofia e logo se tornou crítico de cinema e assistente de direção em 1988. Após alguns projetos pequenos, tornou-se conhecido na Coreia pelo filme Joint Security Area (2000), que foi um sucesso nas bilheterias locais, batendo até mesmo os filmes estrangeiros. Depois deste projeto, Park resolveu deixar de lado os projetos populares e fazer algo mais pessoal a chamada Trilogia da Vingança. Começando com o filme Sympathy For Mr. Vengeance (2002), seguido famoso Oldboy (2003), que ganhou o prêmio especial do Júri em Cannes e fez de vez seu nome ficar conhecido pelo mundo todo. A trilogia terminou com Sympathy For Lady Vengeance (2005).

Bong Joon Ho – Nasceu em Daegu em 1969 e decidiu se tornar um cineasta enquanto estava no ensino médio. Graduou-se no final da década de 80 em sociologia pela Yonsei University, onde era um membro do clube de cinema. No começo da década de 90 completou um programa de dois anos na Korean Academy of Film Arts. Enquanto estudava fez vários curtas-metragens 16mm sendo que dois deles, “Memory in the Frame” e “Incoherence” que foram selecionados para serem exibidos nos festivais internacionais de cinema de Vancouver e Hong Kong.
Filmes famosos: Barking Dogs Never Bite (2000), Memórias de Um Assassino (2003), Gwoemul — O Hospedeiro (2006), Tokyo! (2008), Mother – A Busca pela Verdade (2009)

Fontes: wikipedia ¹,² ³ , Imdb e modernkoreancinema

avatar
About Alcina Knabben

Editora Executiva (Florianópolis - SC) - professora universitária, mestre em administração, apaixonada pela Coréia (negócios, maquiagem, comidas e TV) tem se dedicado a importação e a divulgação da cultura coreana.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: