dancheong

Imagem: Alexandre Disaro

Já ouviu falar em dancheong? É uma pintura tradicional coreana que reveste templos e palácios. Lembro até hoje da primeira foto que vi de um templo coreano. Suas cores vibrantes e detalhes saltaram aos olhos e me prenderam a atenção. Recentemente, estive em Seul e lá pude procurar essas cores que, há tempo, me hipnotizaram. Neste post compartilho esta experiência com você, para que se surpreenda assim como um dia me surpreendi.

Se os palácios europeus escolheram os materiais mais nobres para demonstrar o seu prestígio, os palácios e templos coreanos escolheram a madeira, e quiçá uma base de pedra. Assim como os cidadãos comuns, o rei coreano também vive no térreo do seu palácio e provavelmente numa organização tradicional do espaço. Ele escolhe viver no meio – no meio do palácio, no meio da cidade e até no meio do país. Assim sendo, a complexidade arquitetônica e a utilização das cores tornam-se duas maneiras fundamentais de se diferenciar o sagrado do profano, o nobre do comum. O refinamento das formas passa pela delicadeza das curvas dos tetos, a forma e encaixe das telhas, o equilíbrio da disposição dos espaços internos e externos; e claro, as cores que são utilizadas de forma magnífica no dancheong.

O dancheong adorna e protege paredes, tetos, pilares e calhas de templos e palácios reais. Seu significado literal quer dizer carmesim (dan) e verde/azul (cheong) – as cores básicas da pintura de revestimento. A arte foi apurada com o passar dos séculos com o desenvolvimento do budismo na Península Coreana e suas padronagens diferem de acordo com a classe e utilização da construção. A pintura protege a superfície da madeira contra o clima e insetos; esconde arranhões e manchas na madeira; demonstra dignidade; e incentiva as pessoas a terem crença e adoração religiosa.

Representa também a beleza da natureza e um mundo utópico no qual, através das padronagens de cores, as pessoas desejam viver em harmonia. O dancheong é embasado nas cinco cores básicas da filosofia coreana Obangsaek (오방색): azul, vermelho, amarelo, branco e preto. Essas, podem ser combinadas entre si dando origem a tantas outras.

Acesse o post completo no Viver a Viagem e veja muitas outras fotos; conheça os artistas e como eles aplicam a arte; e saiba como apreciar essas pinturas.
Siga minha página no Facebook e Instagram

Até mais!

avatar
About Alexandre Disaro

Editor associado (São Paulo) - Internacionalista de formação e fotógrafo por opção. Gosta de viajar e conversar sobre; cozinhar para amigos; passar horas praticando caligrafia; aprender idiomas; escrever; estudar bandeiras e tomar chá. www.alexandredisaro.com (site como fotógrafo) www.disaro.co (site do blog de viagem)

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: