navio coreano

www.koreaherald.com

Imagine uma central de geração de energia que não funciona em “terra firme”, longe dos padrões de usinas hidrelétricas e todos os outros modelos que conhecemos e utilizamos no Brasil. Pois é este o projeto de três empresas coreanas e uma empresa alemã, lançado hoje em Seul: o primeiro navio gerador de energia do mundo.

Três gigantes industriais coreanas se reuniram com a empresa alemã Siemens: KOMIPO (Korea Midland Power), Hyundai Heavy Industries e Polaris Shipping. As quatro empresas formaram um consórcio que pretende viabilizar a instalação de uma unidade de geração de energia de 880 megawatts. Pra se ter uma ideia, cada unidade geradora da Usina de Itaipu, no Brasil gera 700 megawatts. O projeto vai se valer da FSRU (Floating Storage Regasification Unit – Unidade Flutuante de armazenamento de regaseificiação, em tradução livre), tecnologia já utilizada para armazenamento e transporte de gás natural em alto-mar.

A união das três empresas não foi por acaso. A KOMIPO tem o know-how em construção e gestão de usinas. A Hyundai Heavy Industries é líder global em construção naval, mercado onde a Polaris também é especialista. A Siemens é conhecida mundialmente, entre outras coisas pelas consultorias em projetos que visam novas soluções para eficiência energética. No total, o projeto custará cerca de 940 milhões de dólares.

Se tudo der certo, o navio deve estrear em águas coreanas no ano de 2017. Dependendo da performance, o consórcio de empresas também já vislumbra levar a solução para outros países onde o consumo de energia demanda novas alternativas, incluindo mercados como Filipinas, Indonésia e… Brasil.

Autor: Eder Brito

 Fonte: The Korea Herald

avatar
About Colaborador

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.