IMAGEM: http://www.ygfamily.com/

IMAGEM: www.ygfamily.com

Até pouco tempo atrás as turnês internacionais de artistas e grupos de KPop se restringiam ao continente asiático, aos poucos Europa, Estados Unidos e América Latina estão fazendo parte do circuito KPop mundial. É isto que mostra a nova matéria da Billboad.

No dia 25 de junho passado, o site oficial da Billboard destacou os infográficos feitos pelo My Music Taste, um site que estuda a demanda de fãs para levar performances a diferentes países. Os gráficos mostram a quantidade e porcentagem de shows realizados em cada continente, bem como os países e cidades em que ocorrem, a quantidade de concertos individuais realizados anualmente no período de 2010 a 2013, por onde os K-Concerts passam por ano e por continente, a média de aumento do número de artistas pelo aumento da quantidade de concertos, além de um estudo de caso para concertos da banda Super Junior.

De acordo com as informações dos gráficos, o continente com o maior número de concertos continua sendo a Ásia, seguida das Américas do Norte e Central, Europa, América do Sul, e por fim, África. Os números para os concertos anuais e individuais mostram que em 2013, a quantidade geral de concertos de Kpop foi quatro vezes maior que em 2010. O gráfico das Hot Stops por onde os concertos passam, demonstram uma redução na quantidade de concertos realizados na América do Norte de 2010 a 2011, para nos anos seguintes estes números sofrerem uma certa estagnada, ficando quase que constantes. E, apesar de a Ásia ainda ter a maior porcentagem, nos últimos anos o crescimento foi mínimo, representando a expansão para os demais continentes, em especial para a América Latina e Europa.

Outro ponto importante que é mostrado na pesquisa, é a média do aumento da quantidade de artistas versus a quantidade de shows realizados. Segundo estes números, desde 2010 a quantidade de bandas de Kpop aumentou em 67%, e a de concertos também seguiu aumentando com 82%, nesses dados já estão refletidas as apresentações internacionais.

Foi também realizado um estudo de caso para as apresentações internacionais da banda Super Junior, que a partir de 2012 incluiu paradas no continente Europeu, e no ano de 2013 na América Latina, onde teve recordes de público no México, levando 15,994 pessoas para o Super Show 5. No Brasil, eles foram a primeira banda coreana a ter um concerto solo no país, com mais de 7.000 ingressos esgotados também para o Super Show 5 em 2013.

Uma outra pesquisa que ajudou a enxergar a expansão e influência do Kpop e cultura coreana em terreno internacional, foi a Global Hallyu Data 2013, publicada em janeiro deste ano pela Korea Foundation (KF), a qual informa que o número de K-fãs chegou a 9,3 milhões, o que representa um aumento de 39% comparado ao número de 6,7 milhões, apresentado em 2012. A maior concentração desses fãs está na Ásia e Oceania, com 6,8 milhões; em seguida vem a América, com 1,25 milhões; Europa, 1,17 milhões; e África e Oriente Médio, com 60.000 fãs. Esses dados comparados aos apresentados nos infográficos da matéria da Billboard, demonstram que a quantidade de fãs influencia diretamente na quantidade de concertos realizados em cada continente.

Ao trazer esta comparação para o Brasil, que segundo a revista K Wave, tem um público de aproximadamente 35.000 seguidores, é possível constatar que a quantidade de concertos de Kpop vem aumentando gradativamente nos últimos anos, um grande exemplo é o Music Bank do último dia 7 de junho, realizado no Rio de Janeiro, que teve um número aproximado de 9.000 pessoas, e o Fan Meeting do grupo BTS, que acontecerá em agosto deste ano, o evento teve seus ingressos esgotados em menos de uma semana. E não para por aí, ainda este ano estão previstas mais três atrações de Kpop no Brasil.

Com estes dados, pode-se esperar uma tendência positiva na expansão dos K-concerts, em especial nas Américas. Para visualizar a matéria da Billboard, bem como os números e gráficos, acesse AQUI, e para a matéria sobre a Global Hallyu Data 2013, acesse o The Korea Times.

 

Fontes:  Billboard, The Korea Times

avatar
About Kat

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.