cocôzinho

Cocôzinho / Imagem: @yukawarii

Um emoji que tornou-se famoso no mundo todo faz a sensação na Coreia. O 똥 (cocôzinho) é inspiração para comidas, museu e até café temático.

As fezes na Coreia nos tempos antigos tinham significados diferentes dos de hoje. A questão de um organismo saudável, que aduba o solo, propriedades terapêuticas (vinho com cocô infantil), além da crença que sonhar com fezes era sinal de riqueza e prosperidade sempre permearam o imaginário coletivo coreano.

Em 2008 uma animação coreana ganhou vários prêmios, tendo marcado toda uma geração tornando a temática “fofinha”. Doggy Poo (강아지 똥) dirigido por Kwon Oh Sung tem 38 minutos e foi baseado no livro de  Kwon Jung Saeng lançado em 1968. A história é de um cocôzinho de cachorro muito fofo que descobre o propósito de sua vida. Assista o trailer em inglês AQUI.

Não é só a Coreia que rendeu-se ao encanto dos cocôzinhos ( 똥 – em coreano). A forma do emoji tornou-se famoso e hoje é comercializado no mundo todo em forma de chaveiros, almofadas, bonecos de pelúcia e muitos outros. Porém em Seul, além dos produtos existem atrações diferentes:

POOPOO LAND (놀이똥산)

O museu localizado em Insadong tem diversas atrações. Desde ilustrações 3D ate fotografias. Um jardim com esculturas em formas de cocô variadas, uma experiência de como é passar por um intestino e muitas outras vivências do mundo gastro intestinal, penicos e papel higiênico.

SiteFacebook

DDO-ONG CAFÉ (또옹카페)

Situado na cobertura do complexo comercial Ssamziegil, em Insadong, o café serve tudo com um toque de banheiro. Mini cocôs coloridos pendem das árvores, há sanitários de decoração em toda a loja. Os clientes podem fazer selfies com bonecas fazendo cocô. Há o Ddongbbang (pão em forma de cocô) que apesar do tema e forma é muito gostoso. Não deixe de experimentar um café latte servido em uma caneca em forma de vaso sanitário.

FacebookInstagram

DDONGAH HOTTEOK (똥아호떡)

Se não há tempo para sentar e comer com calma, há uma maneira rápida de experimentar um Ddongbbang (massa leve assada, recheada com pasta de feijão adocicada). Uma barraquinha no andar térreo do complexo comercial Ssamziegil, em Insadong, vende os 똥빵 como hotteok, quentinhos e fritos na hora.

Quer conhecer mais sobre Insadong? Clique AQUI.

Ficou curioso? Tem uma almofada de cocôzinho em casa? Comente se algum destes locais vai estar no seu roteiro na Coreia.

Fontes: theculturetrip.comwikipedia e neonbutmore

avatar
About Alcina Knabben

Editora Executiva (Florianópolis - SC) - professora universitária, mestre em administração, apaixonada pela Coréia (negócios, maquiagem, comidas e TV) tem se dedicado a importação e a divulgação da cultura coreana.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.