Centro Internacional de Patrimônio Documentário

Imagem: http://www.korea.net

O novo Centro Internacional de Patrimônio Documentário da UNESCO será o primeiro do mundo a concentrar esforços na gravação de itens patrimoniais.

O Arquivo Nacional da Coreia que é parte do Ministério do Interior e da Segurança, anunciou no último dia 07 de novembro sobre a decisão da UNESCO em construir o Centro Internacional de Patrimônio Documentário em Cheongju, na província de Chungcheongbuk.

A decisão foi divulgada na Conferência Geral da UNESCO, realizada em Paris no dia 6 de novembro e a previsão é de que o projeto seja concluído no ano de 2019.

O novo Centro Internacional de Patrimônio Documentário, será o primeiro no mundo a concentrar-se na gravação de itens patrimoniais, como meio de apoiar efetivamente o projeto mundial de patrimônio da UNESCO, impulsionando a capacidade internacional de preservação segura, além de impulsionar abordagens universais para registrar heranças culturais de todo o mundo. 

Dentre as principais funções do Centro Internacional de Patrimônio Documentário está o desenvolvimento e a realização de pesquisas sobre medidas de preservação e abordagens de registro do patrimônio mundial, promoção de projetos de gravação do patrimônio mundial e gestão contínua dos itens listados como patrimônio mundial. 

Cheongju, a cidade anfitriã, é o local de nascimento do Jikji simche yojeol, o mais antigo livro impresso de metal móvel existente no mundo. Desta referência, a cidade criou em 2005 o “Jikji – Prêmio Memória do Mundo “que visa premiar organizações ou indivíduos que tenham contribuído para a preservação de registros do patrimônio mundial. Dentre os vencedores está a Biblioteca Nacional na República Tcheca e o Phonogrammarchiv da Academia Austríaca de Ciências. 

O ministro do Interior e da Segurança, Kim Boo Kyum disse: “Em meio aos delicados interesses de muitos países em relação ao alistamento do centro de registro de patrimônio mundial, é bastante significativo que nossa oferta para o ICDH tenha sido selecionada”. 

Fonte: Korea.Net

avatar
About Barbara Brisa

Editora de conteúdo (Brasília) - Socióloga e pesquisadora sobre cultura e tradição coreana.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *