BrazilKorea Brasil Kpop Cover Cibelle Barros

Imagem: Divulgação Cibelle Barros

Como covers não são apenas de dança, neste domingo você irá conhecer o primeiro Vocal cover da série Brasil Kpop Cover. E nada mais justo do que começar com a talentosíssima Cibelle Barros, não é?! O BrazilKorea conversou um pouco com a vencedora do Kpop Word Festival, confira a entrevista:

BK: Conte-nos um pouco sobre você.                                                                                                                                                 Cibelle: Eu nasci em 08 de abril de 1996 no Piauí, mas moro em João Pessoa. Comecei ano passado a cursar mídias digitais, mas desisti pra tentar música esse ano. Por enquanto eu tô estudando pra prova de música e fazendo várias audições pra empresas brasileiras e coreanas.

BK: Antes de começar a sua carreira como cover de K-Pop, você já fazia covers de outros artistas do mundo?
Cibelle: Sim, desde pequena meu pai gostava de me filmar cantando, aí quando fiquei maior já comecei a postar meus vídeos na Internet. Hoje em dia me apresento fazendo covers de artistas ocidentais quando o público é mais variado.

BK: Quando você resolveu fazer covers de músicas pop coreanas?
Cibelle: Assim que conheci o Kpop eu comecei a fazer covers. Eu sentia que era muito desengonçada pra dançar e, como o meu negócio era cantar mesmo, pensei ”por que não?” e comecei a gravar.

BK: Como é a sua rotina de ensaios?
Cibelle: Não tenho uma rotina definida, quando decido qual música quero gravar ou quando tenho uma apresentação aí pego pesado e todo momento livre que tenho eu uso pra treinar, mas quando não tenho nada ela mente pra gravar eu pego músicas aleatórias e fico treinando pra poder melhorar. Geralmente pego músicas que tenho dificuldade e insisto nelas até ficar satisfeita com o resultado, procuro dicas e aulas na Internet até conseguir chegar onde quero. ^^

BK: Além de K-Pop, você faz cover de outros estilos musicais coreanos também?
Cibelle: Outros estilos coreanos ainda não, mas como estou entrando no mundo do rap (ainda aprendendo kkkk), pretendo fazer uns covers de hip hop coreano, um estilo que gosto muito, só não faço cover ainda por que me falta o talento pra isso. (risos)

BK: Você recebe ajuda de alguém, como por exemplo para escolher as canções ou para os treinos?
Cibelle: Às vezes, pra escolher as músicas, meus outros amigos kpoppers me ajudam, mas no treinos eu sempre estou sozinha, o que me ajuda mesmo é a Internet, tudo que sei foi observando os cantores e tentando reproduzir ou procurando na Internet.

BK: Como você escolhe as musicas que irá fazer cover?
Cibelle: Geralmente eu pego uma música que eu goste muito ou músicas novas que estão fazendo sucesso. Eu sempre faço na minha cabeça uma lista de músicas que quero gravar e sempre juro que vou passar pro papel, mas fico enrolando. (risos)

BK: Algum grupo ou artista (original ou cover) especifico é inspiração para o você? Se sim, por quê?
Cibelle: Dentro do kpop quem me inspira mais é a Ailee, ela também começou fazendo covers no YouTube e hoje é essa rainha, diva, linda que é, sem falar no enorme talento dela (ataque de fangirl), afinal quase todo mundo que faz cover tem a vontade de ir mais além e ela provou que isso é possível. *-*

BK: Como você vê o cenário do k-pop cover (canto) no Brasil? Admira algum grupo ou solista? Gostaria de fazer parceria com um deles?
Cibelle: O número de pessoas que fazem covers de canto aqui no Brasil está crescendo e muita gente boa tem aparecido, só que elas se limitam à Internet na maioria, pois falta ainda oportunidades de se apresentaram, mas acredito que logo vão ter, pois os eventos estão começando a dar espaço pros cantores. Admiro muito as pessoas do Kpop BR Covers pela coragem e disposição de fazerem covers e principalmente versões das músicas de kpop em português e estou muito feliz de fazer parte de um grupo com algumas meninas de lá. ^-^

BK: Algumas dificuldades que os K-Pop dance covers costumam enfrentar geralmente estão ligadas ao local dos ensaios ou o custo com os figurinos e transporte. E os cover de canto, na sua opinião, quais são as maiores dificuldades que eles costumam ter?
Cibelle: Também a dificuldade de ter um local apropriado pra ensaiar, a maioria das pessoas que fazem cover não tem acesso a um estúdio e nem condições de montar um, nem que seja simples.Cantar pros vizinhos é uma coisa muito desconfortável, principalmente pra quem mora em apartamento como eu. Outra dificuldade são os equipamentos que geralmente são muito caros.Além disso nem todo mundo sabe editar vídeo, mixar gravações e etc. Sem falar que depois de todo trabalho, ainda faltam oportunidades pra se apresentar, já que, como falei antes, ainda são poucos os eventos que abrem espaço para os cantores.

BK: Qual é o sentimento que te domina quando você sobe ao palco?
Cibelle: Felicidade e confiança. Quando eu vejo as pessoas me olhando e cantando junto comigo eu me sinto tão bem, não tem nem como explicar, eu saio quase voando do palco de tão leve e feliz que fico. 

BK: Alguma das musicas já performadas foi marcante para você?
Cibelle: Sim, U&I da Ailee. Foi a primeira competição que participei e fui pra final em Brasília. Ninguém na minha família botava fé que eu ia sequer ficar entre os primeiros colocados, deu trabalho, fui com a cara e a coragem pra Brasília sozinha mesmo sem ter dinheiro e pra completar ainda fiquei doente no dia. Subi no palco já pensando “já perdi mesmo, vou é me divertir e aproveitar essa apresentação” e acabei ganhando primeiro lugar. *-* Foi a partir desse dia que minha família passou a me apoiar mais.

BK: Olhando para o seu currículo agora, você sente orgulho de tudo o que já alcançou até o momento? Conte-nos mais sobre os maiores prêmios que você já conquistou, participações em eventos ou acontecimentos que te faça sentir orgulho de ser uma cantora cover de música coreana.
Cibelle: Ainda não participei de muitos eventos e a única competição que participei foi a que mencionei, o Kpop World Festival em Brasília. Aqui no nordeste não tem competições pra covers de canto e não tenho dinheiro pra viajar sempre, ultimamente tenho feito mais vídeos pra Internet mesmo. Assim que voltei de Brasília, fui convidada pra cantar em um evento de cultura asiática na minha cidade e acabei cantando a mesma música, quando comecei a cantar todo mundo cantou junto e várias pessoas vieram me dizer que aprenderam a música por meio do meu vídeo do concurso e que começaram a gostar da Ailee depois de me verem e isso me deixou muito feliz. *-* Também fiz uma audição para uma empresa em São Paulo e cantei outra música da Ailee, não passei na audição, mas fiquei em segundo lugar na avaliação do público e isso também me deixou muito feliz .*-*

BrazilKorea Brasil Kpop Cover Cibelle Barros

Imagem: Divulgação Cibelle Barros


Para conferir todo o talento e potencial que a Cibelle possui, acesse a pagina oficial no Facebook, o canal no Youtube, perfil no SoundCloud, Twitter e Instagram.

Agradecimento: Cibelle Barros

Entrevista: Carol Lima

avatar
About Carolina

Editora de Conteúdo (Curitiba-PR) - estudante, futura designer e fotografa, desde criança apaixonada pela cultura oriental em geral, mas principalmente japonesa e coreana, disposta a aprender e divulgar as culturas que tanto gosta.

2 Responses to Brasil Kpop Cover – conheça a cantora Cibelle Barros
  1. avatar

    Cib ahaza demais !! ♥


[top]

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.