Assassinatos em série em Hwaseong

Imagem: cfile3.uf.tistory.com

Em 15 de Setembro de 1986, a polícia de Hwaseong, província de Gyeonggi,
encontra o corpo de uma mulher de aproximadamente 71 anos, brutalmente violentada e assassinada. A partir daí começa a investigação dos assassinatos em série em Hwaseong, o primeiro caso de assassinatos em série na Coreia do Sul, que inspirou diversas produções desde então.


Ao todo foram 10 mortes entre os anos de 1986 e 1991, todas as vítimas eram mulheres de 14 a 75 anos, todos os casos ocorreram de noite e em dias de chuva. O modus operandi do assassino era violentar as vítimas e deixa-las todas amordaçadas e com partes do corpo amarradas com suas próprias roupas.

Mais de 2 milhões de oficiais no geral trabalharam durante toda a investigação dos “assassinatos em série em Hwaseong” e passaram por eles mais de 20.000 suspeitos. A polícia até conseguiu se aproximar do que poderia ser o assassino, chegaram a um perfil físico: 20 anos, entre 1,65 e 1,70, seu tipo sanguíneo era B. Esses dados bateram com um dos principais suspeitos. Fora isso havia ainda uma testemunha, uma das vítimas havia escapado, porém o sêmen, encontrado também em outra das vítimas, não coincidia com o DNA desse suspeito.

Perfil do suspeito do crime em Hwaseong

Imagem: img.hani.co.kr

Foi um caso que chocou o país e até hoje se encontra sem solução. O prazo de prescrição, tempo existente para processar o responsável pelo crime, que na época era de 15 anos, já foi expirado. Mesmo que encontrassem o responsável pelos assassinatos em série em Hwaseong, a policia não poderia prendê-lo.

Foram produzidas algumas obras ficcionais acerca desse fato, como:

Drama baseado no crime em Hwaseong

Imagem: i.ytimg.com

 

  • Memories of Murder (2003):

Nome original: 살인의 추억 (Salinui Chueok)

Roteiro e direção de Bong Joon-Ho. O mesmo de O Hospedeiro e Okja.

Em 1986 um corpo achado na província de Gyeonggi faz com que a polícia local comece a investigar vários assassinatos naquela região. É reunida, uma força tarefa colocando dois agentes, Park Doo Man (Song Kang-Ho) e Cho Yong-Koo (Kim Roe-Ha) juntos a um detetive de Seul, Seo Tae-Yoon (Kim Sang-Kyung). Enquanto Tae Yoon é o calmo e analítico, Doo Man e Yong Koo se utilizam de força bruta para arrancar qualquer informação dos suspeitos. Essas diferenças acabam colocando-os em muitos conflitos e sendo cruciais para o desenvolvimento da história.

Conforme o tempo vai passando, os detetives vão entrando em desânimo pois não conseguem encontrar uma solução para o caso, uma única prova que pode ligar um suspeito ao crime, e medidas desesperadas vão sendo tomadas.

O filme relata com fidelidade toda a investigação sobre o caso, inclusive pontos cruciais que por motivos de spoiler não podemos revelar. Assistam para saber. ;)

Principais personagens:

  • Song Kang-Ho – Park Doo-Man
  • Kim Sang-Kyung – Seo Tae-Yoon
  • Kim Roe-Ha – Cho Yong-Koo
  • Song Jae-Ho – Sgt. Shin Dong-Chul
  • Ko Seo-Hee – Officer Kwon Kwi-Ok
  • Park No-Shik – Baek Kwang-Ho

Imagem: asianwiki.com

  • Gap Dong (2014):

Nome original: 갑동이(Gapdongi)

Roteiro: Kwon Eum-Mi

Direção: Jo Soo-Won

Já Gap Dong, apesar de beber da mesma fonte que Memories of Murderer, trabalha mais com a ficção, criando uma nova história em cima do caso verídico.

O pai de Ha Moo Yeom (Yoon Sang-Hyun) era um dos principais suspeitos do caso de Gyeonggi e por toda a pressão da investigação ele acabou se suicidando.

20 anos depois, quando os crimes já prescreveram, depois de novas pistas surgirem Moo Yeom decidi reabrir esse caso para achar o verdadeiro assassino.

Principais personagens:

  • Yoon Sang-Hyun – Ha Moo Yeom
  • Kim Min-Jung – Maria Oh
  • Sung Dong-Il – Yang Chul-Gon
  • Lee Joon – Ryoo Tae-Oh
  • Kim Ji-Won – Ma Ji-Wool

 

Outros dramas baseados no caso:

  • Signal (2016): Remake do filme “Memories of Murder”, o drama foi exibido pela TvN, com um total de 16 episódios. Leia mais AQUI.
  • Tunnel (2017): Em 1986, Park Kwang Ho (Choi Jin Hyuk) é um detetive excelente e entusiástico, que para salvar sua filha viaja ate os dias atuais. Leia mais AQUI.

Fontes: Hani, The Dong-A Ilbo, Wikipedia, Asian Wiki

avatar
About Editores BrazilKorea

Algumas vezes nossos editores trabalham em conjunto. Os autores estão referenciados no fim do texto.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *