Aegukga 애국가

Aegukga 애국가 | Fonte: Naver

O Aegukga 애국가, o Hino Nacional da Coreia, é uma expressão honrosa de amor a pátria e celebração de sua independência.

Considerado um dos cinco símbolos nacionais da Coreiao Hino ganhou, após 23 anos, uma nova roupagem. Destaca-se a mudança em seu arranjo e o direito de ser amplamente usado.

A HISTÓRIA DO AEGUKGA 애국가

Segundo registros, as primeiras letras do Hino Nacional da Coreia foram escritas em 1907. Após a adaptação de vários compositores, o Aegukga tomou a forma ao qual é conhecida hoje. Inicialmente, sua melodia era cantada inspirada na música folclórica escocesa “Auld Lang Syne”. Durante este período, o compositor coreano Ahn Ik Tae percebeu que a melodia não harmonizava com o propósito do hino nacional coreano. De modo que em 1935 compôs “Symphonic Fantasy Korea”.

Alguns anos depois, um decreto feito pelo presidente Lee Seung Man, reconheceu a composição de Ahn Ik Tae como hino nacional.

DIREITOS AUTORAIS

Até 1965, os direitos do hino nacional coreano eram de Ahn Ik Tae. Ao falecer, foram herdados por sua esposa espanhola Dolores Berlavera. Tendo delegado à Korean Music Copyright Association, sua administração.

Em março de 2005, os direitos da partitura do Aegukga foram doados por ela para o governo coreano. Porém, seu uso era limitado e o arranjo pertencia a KBS, com interpretação  da Orquestra Sinfônica KBS.

Finalmente, os amplos direitos autorais da música foram doadas para a Comissão dos Direitos Autorais da Coreia. E em dezembro de 2018, o Hino Nacional Coreano ganhou novo arranjo sob direção musical de Park In Young. Já a instrumentação foi feita pela Orquestra Filarmônica de Seul e a interpretação pelo Coro Metropolitano de Seul.

Em sua nova versão, o Aegukga traz um prelúdio mais poderoso, graças aos instrumentos de sopro e metal. Além de sua qualidade sonora ter sido apurada e seu direito de uso ampliado. De todo modo, um importante fator foi priorizado: manter a essência do hino, dando apenas um toque mais moderno e harmonioso.

Ouça-o aqui e aqui!

Fontes: Naver, Ministry of the Interior and Safety of Korea e News1 Korea

Tradução, Editoria e Revisão: Bárbara Brisa e Seong Beom Park

avatar
About Barbara Brisa

Editora de conteúdo (Brasília) - Socióloga e pesquisadora sobre cultura e tradição coreana.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.