Gwangbokjeol (광복절)

Fonte Gwangbokjeol (광복절): asiasociety.org

No dia 15 de agosto, os coreanos celebraram o Gwangbokjeol (광복절), o Dia da Libertação ou, na tradução literal, Restauração da luz. Esta data lembra o dia 15 de agosto de 1945, dia em que a Coreia se libertou da ocupação japonesa.

História do Gwangbokjeol

Em 1905 o Japão ocupou a Coreia e, cinco anos depois, o país foi oficialmente a ele anexado. Os japoneses governaram a Coreia com pulso de ferro, obrigando os coreanos a adotar nomes japoneses, converter-se ao xintoísmo e foram proibidos de usar a língua coreana nas escolas e nos negócios.

No dia 15 de agosto de 1945, com a vitória dos Aliados (Estados Unidos, Reino Unido e União Soviética) sobre o Japão na 2ª guerra mundial, o Império Japonês rendeu-se e a península coreana foi dividida – supostamente temporariamente. O norte do pararelo 38 ficou sobre a tutela da União Soviética e o sul sobre a tutela dos Estados Unidos da América.  A República da Coreia (Coreia do Sul) foi estabelecida três anos depois, em 13 de Agosto de 1948.

Comemorações

Gwangbokjeol (광복절) é comemorado com uma série de festivais, cerimônias e paradas por todo o País. Além disso, as ruas são enfeitadas com a Taegeukgi (bandeira da Coreia do Sul), para honrar os heróis que lutaram pela libertação da nação.

Curiosidades sobre o Gwangbokjeol (광복절) 

  • Todos os anos, por ser um feriado muito importante para os coreanos, o Google presta uma homenagem ao Gwangbokjeol. Confira os doodles dos anos passados aqui.
  • Nas cerimônias oficiais sempre é cantada a “canção Gwangbokjeol.
  • Neste dia o governo concede uma série de perdões especiais.
  • Na Coreia do Norte este dia é conhecido como 조국해방의 날.
  • O Gwangbokjeol (광복절), o Dia da Libertação ou, na tradução literal, Restauração da luz.

Fontes: Coisas da Coreia e Korea Net.

 

Publicado em: 12 de agosto de 2016 às 17:17

avatar
About Alcina Knabben

Editora Executiva (Florianópolis - SC) - professora universitária, mestre em administração, apaixonada pela Coréia (negócios, maquiagem, comidas e TV) tem se dedicado a importação e a divulgação da cultura coreana.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.