Pratos coreanos

Sopa de carne

O recém anunciado “10 pratos coreanos amados em todo o mundo” foi projetado para atender especificamente aos visitantes não coreanos que visitarão Pyeongchang no próximo ano, durante as Olimpíadas de Inverno.

Os pratos são um prazer para os olhos e bocas.

Isso pode ser visto na nutritiva sopa de carne bovina coreana. Para fazer a sopa de costela, você precisa remover a carne das costelas. A carne, em seguida, precisa ser picada e misturada a bardana. Os ossos são removidos e substituídos por bardana para equilibrar a ternura da carne e a textura crocante da bardana.

O japchae simples (잡채) com legumes salteados é uma versão melhorada do prato de macarrão japchae existente, para que todos possam desfrutar mais facilmente.

Como ele pode ser dividido em porções individuais e mantidos na geladeira, qualquer pessoa pode desfrutar deste prato aquecendo-o em um micro-ondas. Você também pode adicionar mais legumes ou adicionar abalone ou carne bovina, a fim de aumentar a riqueza do prato.

Dangun shinhwajeon (단군 신화 전) é um rolo feito de kimchi de repolho, alho e carne marinada. Esse prato possui uma pitada a mais de sabor por possuir uma história interessante. O nome Dangun shinhwajeon vem do mito da fundação do povo coreano, o Dangun Shinhwa (단군 신화, 檀 君 神話). O alho, um dos ingredientes principais no prato é também um dos alimentos que, junto com a artemísia, permitiu que um tigre e um urso sobrevivessem dentro de uma caverna, sem sol por 100 dias, com a intenção de virarem humanos.

Triplo kimchi branco mostra três variedades de kimchi feito de repolho branco, uma das variedades mais populares de kimchi. Um tem a forma de um tradicional “bolsa de sorte” e outro é enrolado e cortado e depois recheado com pêra, rabanete e cenoura. O último é um tipo de salada servida com água embebida com omija (Bagas de magnólia), ou Schisandra chinensis. Todas as três variedades são feitas a partir dos mesmos ingredientes, mas criam diferentes e belas experiências culinárias.

Bolo de arroz de mármore foi inspirado no mujigaetteok, um tradicional bolo de arroz cozido no vapor que apresenta várias cores, como um arco-íris. Ao contrário do bolo de arroz convencional, tem a forma de mármores e acrescenta mais doçura, o que não é comum em variedades de bolo de arroz existentes, pois tem um doce de limão por dentro.

Os restaurantes nas principais atrações turísticas em Pyeongchang, Gangneung e Jeongseon, onde os Jogos Olímpicos serão realizados, também disponibilizarão os 10 pratos em seus menus.
A Korean Food Foundation fornecerá as receitas dos 10 pratos coreanos selecionados às embaixadas coreanas ao redor do mundo, aos centros culturais coreanos e a outros corpos relacionados. Além disso, a fundação apresentará os 10 pratos no Festival de Vinho e Comida deste ano em Nova York, que será realizado em outubro.

Mais informações sobre as receitas estão disponíveis no site da Korean Food Foundation.
Veja a parte 1 desta matéria.
Fontes e imagens: korea.net
avatar
About Taisa Aguilar

Editora Colaboradora (Rio de Janeiro - RJ) Estudante de Ciências Contábeis. Apaixonada desde muito tempo pela cultura asiática (principalmente japonesa e coreana). Cosplayer nos tempos vagos, adora assistir animes, ler mangá e ouvir música. Sonha um dia visitar a Coreia e o Japão

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.